Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE

obra atrasada

Copel planeja gastar até R$ 363 mil em festa de inauguração de usina em Mato Grosso

Festa é para 500 convidados e edital está temporariamente suspenso para para análise de “questões dos interessados a respeito da especificação técnica dos serviços”

  • Alexsandro Ribeiro, do Livre.jor, especial para a Gazeta do Povo
Imagem da usina de Colíder, em Mato Grosso | Divulgação/Copel
Imagem da usina de Colíder, em Mato Grosso Divulgação/Copel
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

A Copel está disposta a pagar até R$ 363 mil em uma festa para 500 convidados na inauguração da Usina de Colíder, no Mato Grosso. O edital da estatal para o evento prevê montagem de áreas VIP e de solenidade, salgados e doces finos com “produtos típicos da região” e até aluguel de gerador de energia para dar suporte à inauguração do empreendimento, que terá capacidade de atender o consumo de energia elétrica de até 850 mil pessoas.

De acordo com a Copel, ainda não há previsão para a realização do evento. Por isso, afirma a empresa via assessoria de imprensa, o edital que tinha previsão para abertura de lances no dia 28 de junho foi adiado temporariamente para análise de “questões dos interessados a respeito da especificação técnica dos serviços - procedimento comum em licitações”.

Para o evento, o edital da empresa prevê tendas, palcos, cadeiras, iluminação e sonorização para área da solenidade de inauguração; infraestrutura para área de imprensa; tendas e montagem completa para área de buffet; contratação de seguranças e demais funcionários para apoio para recepção e atendimento dos convidados.

SALGADO:  Conta de luz da Copel vai subir bem acima da inflação

Já os convidados VIPs, cerca de 50 segundo o edital, terão acesso à área especial com climatização, tenda e recepcionistas exclusivas e coquetel com petit four e salgados, mix de castanhas, frutas frescas laminadas e tábua de frios.

Questionada sobre a lista de convidados e se há previsão de mais custo com a inauguração como viagens de delegação de diretores e demais funcionários, a estatal afirma que “os convidados e os custos ainda não estão definidos”. Até a data do evento é uma incógnita, visto que o cronograma vem sendo revisto constantemente.

A última alteração foi divulgada pela Copel em “fato relevante” na sexta-feira (29) passada. Segundo o documento, com a revisão do cronograma, a “primeira unidade geradora está prevista para agosto de 2018. O empreendimento está em fase final de instalação e comissionamento e adicionará 300 MW ao portfólio da Copel”. Antes disso, em janeiro de 2017, a empresa já havia divulgada revisão de cronograma em que a mesma unidade geradora seria finalizada em dezembro passado.

Via assessoria a Copel afirma que o cronograma de inauguração, previsto para 2015, foi afetado por “questões ambientais e arqueológicas, chuvas e grande incêndio nos alojamentos e parte dos equipamentos em 2013”. Com investimento de R$ 2 bilhões, a Usina de Colíder fica a 700 km do norte de Cuiabá, capital do estado de Mato Grosso.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE