i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
prefeitura

Curitiba abre concorrência para Organizações Sociais atuarem na cultura

Novo edital abre espaço para que outros grupos disputem a prestação de serviços na área música, literatura, dança e audiovisual

  • PorJoão Frey
  • 11/01/2018 18:03
Teatro Paiol, um dos equipamentos públicos que já é administrado por uma Organização Social (OS) | Maicon J. Gomes/Gazeta do Povo/Arquivo
Teatro Paiol, um dos equipamentos públicos que já é administrado por uma Organização Social (OS)| Foto: Maicon J. Gomes/Gazeta do Povo/Arquivo

A prefeitura de Curitiba instituiu uma comissão para qualificar como Organizações Sociais (OSs) instituições que queiram desenvolver as atividades culturais do município. Esse serviço já é prestado por uma OS desde 2010, quando o ICAC firmou um contrato com a prefeitura. O novo edital abre espaço para que outros grupos disputem a prestação de serviços na área música, literatura, dança e audiovisual.

Atualmente, o ICAC administra espaços culturais como a Capela Santa Maria, o Teatro Paiol e o Conservatório de Música Popular Brasileira de Curitiba. Além disso, a OS é responsável por grupos como a Camerata Antiqua de Curitiba, o Programa Curitiba Lê, a Orquestra à Base de Corda, o Coral Brasileirinho, entre outros.

A instituição também é responsável pela realização da Oficina de Música de Curitiba, que depois de ser cancelada pelo prefeito Rafael Greca (PMN) em 2017, volta a acontecer entre os dias 27 de janeiro e 8 de fevereiro de 2018.

O atual contrato da prefeitura com o ICAC, firmado em 2015 pelo então prefeito Gustavo Fruet (PDT), vence no dia 29 de janeiro. Desde maio de 2015 a prefeitura já repassou R$ 23,3 milhões ao instituto.

LEIA MAIS:três fatos para entender a relação de Greca com os vereadores

O processo

O processo de qualificação de Organizações Sociais é um dos primeiros passos da concorrência. Neste ponto, uma comissão formada pela prefeitura vai avaliar se as entidades interessadas na prestação do serviço se enquadram nas exigências legais. Entre essas características estão, entre outros pontos, a finalidade não lucrativa, com a obrigatoriedade de investimento de seus excedentes financeiros no desenvolvimento das próprias atividades e a previsão de participação de representantes da comunidade e do poder público no órgão colegiado de deliberação superior.

Além disso, pelas regras estipuladas pelo município, só serão credenciadas como organizações sociais as entidades que comprovarem experiência prévia na prestação de serviços na área especificada. A posse de instalações, condições materiais e capacidade técnica e operacional também são condições para que o credenciamento das entidades seja aceito.

LEIA TAMBÉM:Prefeitura de Curitiba está há 27 meses tentando licitar serviço de guincho

No caso de mais de uma entidade ser qualificada como Organização Social prestadora de serviços de cultura, a prefeitura deve fazer um processo seletivo aos moldes de um processo licitatório, mas envolvendo apenas as instituições já qualificadas.

Organizações Sociais

As Organizações Sociais têm sido uma aposta da gestão de Rafael Greca. O prefeito conseguiu aprovar na Câmara um projeto de lei que acabou com a vedação da atuação de OSs nas áreas de saúde e educação e deu início ao processo para contratar uma instituição para gerir a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Cidade Industrial (CIC), fechada desde 2016. O processo, entretanto, foi suspenso pela justiça no fim de novembro do ano passado a pedido do Ministério Público,que entende que a prefeitura não esgotou todas as possibilidades de gestão própria da UPA antes de abrir o processo de terceirização.

O mesmo processo de qualificação de OSs que está sendo feito agora na área da cultura foi feito para o setor de tecnologia, onde atua o Instituto Cidades Inteligentes (ICI). Neste caso, nenhuma outra organização pleiteou a qualificação como OS, portanto o serviço seguirá sendo prestado pelo ICI.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.