Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | Daniel Castellano/Gazeta do Povo
| Foto: Daniel Castellano/Gazeta do Povo

Os deputados do Paraná optaram por adiantar a sessão plenária desta quarta-feira (10). Regimentalmente realizada às 14h30, a sessão de hoje começou às 10h. Oficialmente, a Casa não confirma os motivos que levaram à mudança de horário. Entretanto, a reportagem apurou que a alteração ocorreu para que o Legislativo Estadual não seja palco de pressão de manifestantes enquanto o ex-presidente Lula presta depoimento ao juiz Sergio Moro.

Como havia a previsão de ocorrer uma manifestação dos grupos de oposição a Lula no Centro Cívico, a Mesa Diretora tomou a decisão de adiantar a sessão. A estratégia de alterar o horário da sessão em dias de manifestação tem sido adotada pela direção da Casa desde o episódio do 29 de abril.

AO VIVO: Acompanhe o tempo real do dia de Lula em Curitiba

Além disso, nos bastidores da Assembleia, comenta-se que os deputados – tantos os lulistas quanto seus opositores – querem aproveitar os palanques que serão montados na cidade nesta quarta-feira (10) para marcar seus posicionamentos ideológicos.

Ratinho Jr. convida partido de Beto Richa a indicar seu vice em 2018

Na sessão de terça-feira (9), os deputados usaram a tribuna para repercutir a vinda do ex-presidente petista a Curitiba. O parlamentar lamentou que essas pessoas estejam dispostas a “afrontar o Judiciário e defender o ex-presidente”.

O deputado Péricles de Mello (PT) rebateu o pronunciamento do deputado Stephanes Júnior e considerou a perseguição do parlamentar ao PT como “histérica e ridícula”. O deputado afirmou que o Partido dos Trabalhadores não é contra a operação Lava Jato, mas que o “juiz Sérgio Moro não tem legitimidade para julgar o ex-presidente Lula”.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]