Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Política
  3. República
  4. Ator de Máquina Mortífera visita Lula na prisão e defende soltura do ex-presidente

em curitiba

Ator de Máquina Mortífera visita Lula na prisão e defende soltura do ex-presidente

Danny Glover disse que o petista está “calmo e confiante”. Ex-presidente Dilma também aproveitou para visitar Lula

  • Kelli Kadanus
Ator Danny Glover visitou Lula na prisão nesta quinta-feira (31), em Curitiba. | Kelli Kadanus/Gazeta do Povo
Ator Danny Glover visitou Lula na prisão nesta quinta-feira (31), em Curitiba. Kelli Kadanus/Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

O ator norte-americano Danny Glover, do filme “Máquina Mortífera”, esteve em Curitiba na tarde desta quinta-feira (31) para visitar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na prisão. O ator ficou cerca de meia hora com o petista e, ao deixar a Superintendência da Polícia Federal (PF), afirmou que o ex-presidente está “calmo e confiante no trabalho dos movimentos sociais”.

“Eu tive a oportunidade de visitar meu amigo Lula da Silva. Foi uma breve reunião incrível. Ele está muito calmo e confiante no trabalho dos movimentos sociais que estão dando continuidade ao trabalho dele próprio”, disse o ator, que estava acompanhado de um intérprete.

Glover é embaixador da Boa Vontade da ONU e disse estar alimentado pela confiança de Lula. “Em nome de milhões de pessoas ao redor do mundo, aquelas que apoiam os esforços para libertar Lula da Silva, eu gostaria de dizer que estou bastante alimentado pela confiança do Lula, sua esperança e sua certeza de que nós vamos vencer”, completou.

Na noite de quarta-feira (30), Glover esteve na vigília montada por apoiadores do petista nas proximidades da Polícia Federal. Ele defende a liberdade de Lula.

Dilma

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/05/31/Republica/Imagens/Cortadas/Dilma 31.05_2-kRNI-ID000002-1024x576@GP-Web.jpg
Ex-presidente Dilma Rousseff também esteve em Curitiba para visitar Lula nesta quinta-feira (31)Átila Alberti

A ex-presidente Dilma Rousseff também esteve em Curitiba para visitar Lula nesta quinta-feira. Ela passou cerca de uma hora na Superintendência da PF, onde o petista está preso. Na saída, Dilma conversou com jornalistas.

“Estou vindo de uma visita ao presidente Lula e encontrei o presidente Lula com uma excelente aparência física, com um espírito elevado, uma moral elevada, mas com uma característica: muito indignado, com aquela indignação justa das pessoas inocentes”, disse a ex-presidente ao deixar a Superintendência.

Ela aproveitou para criticar o papel do governo federal na greve dos caminhoneiros, que paralisou o país desde a semana passada. “Essa sensação de indignação, eu acredito que representa a imensa consciência e clareza que o presidente (Lula) tem sobre os caminhos sobre os quais estão conduzindo nosso país. Nessa última semana o presidente (Lula) me disse que ficou extremamente impactado pelo tamanho do desastre que é a política de preços praticada pela Petrobras, pelo governo Temer”, disse Dilma.

Nesta semana, durante uma visita de uma Comissão Externa da Câmara dos Deputados, Lula já havia dito estar perplexo com a situação da greve dos caminhoneiros.

Durante a coletiva, Dilma também disse não ter certeza ainda se vai disputar uma vaga no Senado por Minas Gerais. Um levantamento do Paraná Pesquisas mostrou que a petista está em primeiro lugar nas intenções de voto para o Senado no Estado, empatada tecnicamente com o tucano Aécio Neves.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE