035336

Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Política
  3. República
  4. Equipamentos trazidos de Israel não servem para buscas em Brumadinho

resgate

Equipamentos trazidos de Israel não servem para buscas em Brumadinho

Detector de imagens foi desenvolvido para captar calor e poderia ser eficaz para localizar sobreviventes. Porém, nenhum foi localizado pelas buscas das últimas 48 horas

  • Folhapress
  • Atualizado em às
O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, com militares israelenses.  | Gil Leonardi/Gil Leonardi
O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, com militares israelenses.  Gil Leonardi/Gil Leonardi
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Três dias após o desastre de Brumadinho (MG), a equipe que desembarcou de Israel para auxiliar nas buscas está encontrando dificuldades. Os equipamentos trazidos pelos oficiais do país “não são efetivos para esse tipo de desastre”, segundo o comandante das operações de resgate, o tenente-corone Eduardo Ângelo.

“O ministro de Israel se pronunciou a respeito das dificuldades que eles tiveram. O imagiador que eles têm pegam corpos quentes, e todos os corpos [na região] são frios. Então esse já é um equipamento ineficiente”.

Indagado sobre o que outros equipamentos  israelenses podem ser usados nas buscas, o comandante afirmou: “Dos equipamentos que eles trouxeram, nenhum se aplica a esse tipo de desastre”.

Resgates dramáticosas histórias de sobreviventes da tragédia de Brumadinho

O militar reconheceu que o detector de imagens poderia ser eficaz para localização de sobreviventes, pois capta o calor humano. Porém, nenhum sobrevivente foi localizado pelas buscas das últimas 48 horas. “O que faz [constitui] a imagem é a temperatura. Quando a temperatura está homogênea, é como se não houvesse nada no solo”.

O comandante, porém, disse que o apoio dos israelenses é importante e funciona “como mão-de-obra”. “As equipes de campo estão acompanhadas pelas equipes dos bombeiros de Minas Gerais.”

Veja também: Lei de segurança de barragens do Brasil pode ser modificada para responsabilizar quem assina laudo

Embaixador de Israel rebate críticas e cita ciúmes

O embaixador de Israel no Brasil, Yossi Shelley, afirma que há pessoas com ciúmes e que a missão do país já encontrou cinco corpos em poucas horas de atuação. “Israel tem todo o equipamento necessário para salvar vidas, inclusive para mergulhar na lama. Essa notícia que saiu hoje é fake news.”

“Vamos deixar de lado as pessoas que querem brigar. Nós faremos o trabalho que é preciso fazer e os resultados virão ao longo dos próximos dias. Nossas ações mostram a grande cooperação e o grande coração de Israel. Não precisamos escutar as pessoas que estão com ciúmes. Fazemos tudo com o coração”, afirma.

Segundo o porta-voz do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, tenente Pedro Aihara, as informações de que os equipamentos israelenses seriam inúteis para auxílio nas buscas são equivocadas. Os equipamentos ainda não estão sendo utilizados, mas devem ser adaptados ao tipo de topografia e à situação do local das buscas em Brumadinho.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE