Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | Stéferson Faria/Agência Petrobras
| Foto: Stéferson Faria/Agência Petrobras

O economista Roberto Castello Branco será o novo presidente da Petrobras no governo de Jair Bolsonaro (PSL). Ele foi convidado pelo futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, e aceitou o convite. O atual presidente da estatal, Ivan Monteiro, permanece no comando até a nomeação do novo presidente, em 1.º de janeiro.

Roberto Castello Branco é economista e ex-diretor do Banco Central e da Vale. Tem formação na Universidade de Chicago, berço do liberalismo econômico, onde concluiu seu pós-doutorado, assim como Paulo Guedes. É ex-presidente do IBMEC e, atualmente, diretor no Centro de Estudos em Crescimento e Desenvolvimento Econômico da Fundação Getúlio Vargas. Chegou a fazer parte do conselho da Petrobras durante o governo de Dilma Rousseff (PT).

Ele é o 11.º nome confirmado para o primeiro escalão do governo. Na semana passada, foram anunciados os novos presidentes do Banco Central e do BNDES e o ministro das Relações Exteriores. Joaquim Levy, ex-ministro da Fazenda no governo Dilma, vai assumir o BNDES. O economista Roberto Campos Neto, diretor do Santander e neto de Roberto Campos, reconhecido economista liberal, vai comandar o Banco Central. Já o diplomata Ernesto Araújo será o novo chanceler brasileiro.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]