Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Política
  3. República
  4. Ministro do Trabalho pede demissão horas após anunciar queda no emprego

baixa na esplanada

Ministro do Trabalho pede demissão horas após anunciar queda no emprego

Ronaldo Nogueira justificou que vai ser candidato nas eleições de 2018

  • Das agências
  • Atualizado em às
Ronaldo Nogueira informou que deixa o cargo para concorrer nas eleições de 2018. | Luiz Cruvinel
Ronaldo Nogueira informou que deixa o cargo para concorrer nas eleições de 2018. Luiz Cruvinel
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, pediu demissão do cargo nesta quarta-feira (27), horas depois de anunciar que, depois de sete meses de alta no emprego, em novembro o país teve mais demissões do que contratações com carteira assinada.

Ronaldo Nogueira agora volta à Câmara, de onde estava licenciado. Ele pretende concorrer à reeleição a uma vaga de deputado federal pelo Rio Grande do Sul, seu estado. E decidiu sair do governo antes do prazo final permitido por lei para deixar o cargo, em março. O presidente Michel Temer afirmou a assessores que até março trocará os ministros que disputarão as eleições.

A demissão de Ronaldo Nogueira deve ser publicada no Diário Oficial da União até o fim desta semana.

LEIA TAMBÉM: A íntegra da carta de demissão de Ronaldo Nogueira, publicada pelo ministério no Twitter

PTB vai indicar deputado do Maranhão para o Ministério do Trabalho

O PTB, partido de Nogueira, indicou o deputado Pedro Fernandes, do Maranhão, para o ministério.

À reportagem Fernandes disse que ainda não foi procurado por Temer. O convite, ele diz, veio do líder de seu partido na Câmara, Jovair Arantes (GO).

SAIBA MAIS: Governadores ameaçam processar ministro Carlos Marun após ‘chantagem’ sobre reforma da Previdência

“Foi um susto, mas estou topando. Já me refiz do susto e vamos lá”, declarou o deputado, que se comprometeu a não disputar o sexto mandato.

Ainda segundo Fernandes, Jovair estava acompanhado de Nogueira no momento do convite, feito por telefone. O ministro, ainda de acordo com o deputado, “quer dar uma descansada em janeiro, porque pegou um sufoco grande”.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE