034111

Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Política
  3. República
  4. PRF desmente boato sobre prisão de estrangeiros na região de Brumadinho

na internet

PRF desmente boato sobre prisão de estrangeiros na região de Brumadinho

Texto falso sugere que ruptura da barragem seria um “atentado terrorista” promovido por uma dupla de estrangeiros

  • Da redação
 | MAURO PIMENTEL    /    AFP
MAURO PIMENTEL / AFP
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Não é verídico um texto que circula em aplicativos de mensagens sobre a prisão de estrangeiros, um venezuelano e um cubano, em um local perto da cidade de Brumadinho, em Minas Gerais, onde fica a barragem da Vale que rompeu na sexta-feira (25). O texto, falso, sugere que a tragédia teria sido provocada por um “atentado terrorista”, promovido pela suposta dupla detida. Em nota, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) desmentiu o conteúdo do texto.

“Informamos que a Polícia Rodoviária Federal não registrou ocorrências envolvendo estrangeiros no estado de Minas Gerais ou quaisquer outras prisões que tenham relação com a tragédia em Brumadinho”, alerta a PRF.

NÃO SEJA VÍTIMA:8 dicas para identificar boatos e notícias faltas

A mensagem, de conteúdo falso,  cita que a fonte é “Observatório Direita Brasileira”: “Várias células terroristas venezuelanas se infiltraram no território nacional desde a vitória de Bolsonaro no primeiro turno das eleições” com o objetivo de “promover atentados terroristas visando sabotar as principais atividades econômicas que compõe as exportações brasileiras, aprofundando a crise econômica”, aponta parte do texto que circulou em aplicativos de mensagens, como o WhatsApp.

LEIA MAIS:Justiça bloqueia mais R$ 5 bilhões da Vale, agora para reparar danos às vítimas

“No momento nos solidarizamos com os parentes e amigos que ainda se angustiam na busca de desaparecidos e empreendemos esforços, juntamente com diversas outras instituições, para amenizar os efeitos da tragédia”, reforça a PRF.

É possível encontrar o desmentindo no próprio endereço oficial da PRF, na internet (www.prf.gov.br).

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE