Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Política
  3. República
  4. Reforma do tríplex de Lula teria custado R$ 1,2 milhão, diz ex-executivo da OAS

tríplex

Reforma do tríplex de Lula teria custado R$ 1,2 milhão, diz ex-executivo da OAS

Em depoimento à Justiça, Fábio Hori Yonamine detalha reformas no apartamento, incluindo a instalação de elevador para resolver problema apontado por Lula

  • Da Redação
Reformas no triplex teriam custado R$ 1,2 milhão para a OAS, mas valor não foi cobrado do ex-presidente Lula | Moacyr Lopes Junior/Folhapress
Reformas no triplex teriam custado R$ 1,2 milhão para a OAS, mas valor não foi cobrado do ex-presidente Lula Moacyr Lopes Junior/Folhapress
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

O ex-presidente da OAS Empreendimentos, Fábio Hori Yonamine, trouxe mais detalhes sobre a relação da família de Luiz Inácio Lula da Silva com o triplex do Guarujá. Em depoimento à Justiça, o executivo confirmou que esteve presente na visita que o petista realizou ao imóvel e diz ter assinado a aprovação do orçamento de R$ 1,2 milhão para a realização de reformas no apartamento. Segundo ele, toda a ação foi feita a pedido de Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS.

Yonamine conta que, durante a visita em fevereiro de 2014, Lula e a ex-primeira-dama Marisa Letícia fizeram algumas observações sobre o imóvel, mais especificamente sobre uma escada considerada “muito estreita” e uma possível exposição que o casal poderia ter junto aos vizinhos. Diante disso, a OAS teria feito as obras para adequar o apartamento ao seu padrão de qualidade, o que incluiu a construção de um elevador entre os andares para superar a questão dos degraus.

“Além disso, teve também toda a mobília da cozinha e também os utensílios que foram comprados para equipar o apartamento”, detalha o ex-executivo, destacando que o valor de todas essas alterações foi de algo próximo de R$ 1,2 mi. “Eu fiz a aprovação do orçamento e busquei a aprovação junto ao doutor Léo [Pinheiro]”, diz. Questionado se o projeto foi levado ao casal, Yonamine diz que isso ficou a cargo do próprio Léo Pinheiro e que ele não teve conhecimento do que aconteceu.

Outro ponto destacado pelo antigo presidente da OAS Empreendimentos é que, apesar dos altos custos de adequação do tríplex, a família de Lula não realizou nenhum pagamento pela obra. “Essa foi uma reforma totalmente atípica. Foi um pedido atípico e o único que o doutor Léo [Pinheiro] me fez em reação a qualquer outra unidade”, completa.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE