Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Política
  3. República
  4. Site que expunha ações judiciais de políticos sai do ar por falta de apoio

transparência

Site que expunha ações judiciais de políticos sai do ar por falta de apoio

Em tempos de Lava Jato, o prestigiado projeto Excelências, da ONG Transparência Brasil, é suspenso porque perdeu patrocinadores da iniciativa privada

  • Fernando Martins
Vista do plenário da Câmara a partir das galerias: cidadão perdeu um “olho” sobre o s parlamentares federais | Waldemir Barreto/Agência Senado
Vista do plenário da Câmara a partir das galerias: cidadão perdeu um “olho” sobre o s parlamentares federais Waldemir Barreto/Agência Senado
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Em tempos de Lava Jato e cobrança cada vez maior por transparência dos políticos, saiu do ar uma importante ferramenta online para o cidadão saber qual é a ficha corrida na Justiça de deputados e senadores. Por falta de apoio. O projeto Excelências, da ONG Transparência Brasil, que divulgava uma série de informações sobre a vida pregressa e o trabalho dos parlamentares, está suspenso por tempo indeterminado porque perdeu os patrocinadores da iniciativa privada.

A Transparência Brasil é uma das mais antigas e respeitadas instituições do país que trabalha para coletar e divulgar informações de interesse público. O projeto Excelências existia desde 2006. Divulgava, no site da Transparência, dados tais como os processos a que respondem e responderam deputados e senadores e condenações (não apenas na Justiça, mas também nos tribunais de contas).

SAIBA MAIS: Conheça outros sites que ajudam o cidadão a fiscalizar o poder público

Também havia no site do Excelências um histórico da atuação política de cada parlamentar federal, com outros cargos públicos que ele ocupou, e dados de doações eleitorais que recebeu. E era possível acompanhar o trabalho dele no Congresso: como gastava a verba de gabinete; quantas vezes faltou nas sessões plenárias e nas comissões; as viagens que realizou com dinheiro público; propostas apresentadas e aprovadas; como votou nos projetos; os interesses que representava no Legislativo.

O Excelências também fazia estudos pontuais sobre os parlamentares, tais como sobre a representação de mulheres e de negros no Congresso e dos clãs familiares dos quais eventualmente eles faziam parte.

Página tinha picos em períodos eleitorais

A diretora de operações da Transparência Brasil, Juliana Sakai, afirma que a página eletrônica do Excelências costumava ter picos nos períodos eleitorais. “O que a gente percebe é que, perto das eleições, existe uma preocupação maior da população em se informar sobre o trabalho dos parlamentares, saber se eles estão envolvidos em corrupção”, diz ela.

Havia ainda consultas expressivas em ocasiões como a do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). Veículos de imprensa de todo o país também costumavam consultar o Excelências para produzir reportagens.

LEIA TAMBÉM: Legislação atual possibilita que cidadão fiscalize poder público

Por que o dinheiro sumiu?

Os patrocinadores do projeto, porém, deixaram de financiá-lo no ano passado. A página foi mantida até o início de 2017. Mas então teve de ser tirada do ar porque os dados estavam desatualizados e não havia mais dinheiro para custear a estrutura necessária para o trabalho (quatro pessoas).

“Às vezes, não era do interesse de entidades privadas [manter o financiamento do projeto]”, diz Juliana Sakai. “Chegamos a ouvir de empresas que a gente pegava muito pesado com os políticos.” Segundo ela, como havia antigos patrocinadores com interesses que de alguma forma passam pelo Congresso, o dinheiro sumiu.

A Transparência Brasil, porém, espera conseguir novos financiadores para reativar o projeto – desde que aceitem a premissa de que a ONG trabalha de forma independente. Juliana afirma que as eleições de 2018 representarão um grande desafio que pode ser enfrentado por projetos de credibilidade como o Excelências: as informações e notícias falsas que se disseminam pelas redes sociais.

E MAIS: Na época do mensalão, PT recorreu ao MP contra a campanha “Não vote em mensaleiro” da Transparência Brasil

Transparência Brasil tem outros projetos em andamento

A Transparência Brasil é uma ONG fundada há 17 anos por um grupo de indivíduos e entidades não governamentais comprometidos com o combate à corrupção. Além do projeto Excelências, a instituição tem outras iniciativas.

O projeto Achados e Pedidos reúne numa mesma plataforma online um conjunto de solicitações de cidadãos e respostas da administração pública feitas por meio da Lei de Acesso à Informação (LAI). Qualquer cidadão pode compartilhar a resposta que recebeu a um pedido de informação formulado ao poder público com base na lei.

O Tá de Pé é um aplicativo em que os cidadãos podem tirar fotos de obras em escolas e creches municipais construídas com dinheiro federal. A ideia é que, a partir daí, a sociedade passe a fiscalizar o andamento da obra.

O Obra Transparente é um complemento da iniciativa anterior. O projeto capacita representantes de 21 observatórios sociais para promover o acompanhamento de licitações e de obras de escolas e creches municipais bancadas com recursos federais.

A Transparência Brasil também têm outros dois projetos que, embora disponibilizem dados sobre autoridades e políticos, estão desatualizados por falta de financiamento. O Meritíssimos traz dados sobre o trabalho dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Já o projeto Às Claras apresenta informações sobre as eleições de 2002 a 2012.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE