• 22/07/2020 21:57
Rio de Janeiro

Advogado tenta entrar em presídio com 115 chips de celular escondidos em papel higiênico

  • 22/07/2020 21:57
    • Gazeta do Povo
    Chips estavam colados em meios às folhas dos rolos de papel higiênico.
    Chips estavam colados em meios às folhas dos rolos de papel higiênico.| Foto: Reprodução/ Divulgação SEAP-RJ

    Um advogado foi flagrado por agentes penitenciários do Rio de Janeiro tentando entrar em Bangu 3 com 115 chips de celular escondidos em rolos de papel higiênico. O caso ocorreu nesta quarta-feira (22), de acordo com o jornal O Globo. A unidade, que fica no Complexo de Gericinó, abriga chefes de facções criminosas. Informações da Secretaria de Administração Penitenciária do Rio, os chips foram encontrados pelos profissionais durante a checagem por eventuais itens ilícitos em meio a pertences pessoais que o advogado afirmou que entregaria a um preso da unidade. Ele foi encaminhado para a delegacia de polícia, onde foi aberto inquérito para investigar o caso. Apesar do flagrante, o advogado não foi autuado, pois não haveria crime na conduta. O Código Penal prevê que é vedado "ingressar, promover, intermediar, auxiliar ou facilitar a entrada de aparelho telefônico de comunicação móvel, de rádio ou similar, sem autorização legal, em estabelecimento prisional"; o texto, entretanto, não menciona chip de telefone celular. A secretaria informou que comunicaria a OAB sobre o episódio.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.