• 15/06/2020 19:01
Toma lá, dá cá

“Ninguém do Centrão pediu ministérios, estatais e bancos oficiais”, diz Bolsonaro

  • 15/06/2020 19:01
    • Estadão Conteúdo
    Presidente Jair Bolsonaro
    Presidente Jair Bolsonaro| Foto: Agência Brasil

    O presidente Jair Bolsonaro afirmou, em entrevista à TV Band News, que, apesar da recriação do Ministério das Comunicações, mantém a promessa de campanha de reduzir o número de ministérios e o "toma lá dá cá". "Nós não entregamos e ninguém do dito "Centrão" me pediu ministério, estatais ou banco oficial. Então, nós estamos mantendo nosso compromisso de campanha. Assim está sendo feito e nós conseguimos nos aproximar desses partidos. Agora estamos sendo acusados de fisiologismo" disse Bolsonaro. Segundo o presidente, o deputado federal e genro do apresentador Sílvio Santos, Fábio Faria (PSD-RN), indicado para comandar a pasta, é "amigo particular de muito tempo". "O Ministério das Comunicações [recriado na semana passada] começa não só com orçamento grande como muitas atribuições", disse Bolsonaro. De acordo com o presidente, há a necessidade de melhorar tanto a comunicação interna do governo como em todo o Brasil.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.