• 30/10/2020 07:29
Congresso

Bolsonaro nomeia integrantes do Centrão na vice-liderança de governo

  • 30/10/2020 07:29
  • PorEstadão Conteúdo
    O presidente Jair Bolsonaro
    O presidente Jair Bolsonaro| Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

    O governo Jair Bolsonaro escolheu dois novos vice-líderes do Centrão para o Congresso. O senador Jorginho Mello (PL-SC) e o deputado Eros Biondini (PROS-MG) são parlamentares que têm se mostrado fiéis ao chefe do Executivo nas votações. Com isso, o governo passa a ter dez vice-líderes, escolhidos entre os partidos MDB, PL, Republicanos, MDB, PSD, PP, DEM e PROS, na Câmara e no Senado.

    A ampliação das vagas ocorre no momento em que o governo tentará aprovar a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e a Lei Orçamentária Anual (LOA) no Legislativo, que estão com tramitação parada por causa da disputa pelo comando da Comissão Mista de Orçamento (CMO). Os grupos do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do deputado Arthur Lira (PP-AL) disputam o colegiado, antecipando a eleição para o comando da Casa, em 2021.

    Jorginho Mello substitui o senador Chico Rodrigues (DEM-RR). O parlamentar foi flagrado com dinheiro na cueca e acusado de desviar recursos da covid-19. A liderança no Senado é comandada por Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE). O presidente, porém, resolveu colocar Mello na liderança do governo no Congresso, comandada pelo senador Eduardo Gomes (MDB-TO).

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    Máximo 700 caracteres [0]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.