• 19/10/2020 21:10
Fraude

Boulos aciona Justiça por falsa conta de WhatsApp que pede dinheiro em seu nome

  • 19/10/2020 21:10
    • Estadão Conteúdo
    Guilherme Boulos durante a campanha presidencial de 2018
    Guilherme Boulos (Psol) candidato a prefeito de São Paulo.| Foto: DANIEL RAMALHO/AFP

    Os advogados do candidato do PSOL à Prefeitura de São Paulo, Guilherme Boulos, acionaram a Justiça Eleitoral para identificar e punir o responsável pela criação de uma conta criada em nome do candidato no WhatsApp. Segundo o pedido de liminar encaminhado à 2ª Zona Eleitoral de São Paulo nesta segunda-feira (19), uma pessoa criou uma conta em nome de Boulos, usando inclusive foto do candidato, e por meio dela pedia dinheiro para pagar despesas de campanha.

    A fraude foi descoberta quando pessoas próximas a Boulos começaram a receber mensagens. Os textos eram semelhantes a golpes comuns no aplicativo. A pessoa que dizia ser o candidato pedia ajuda para pagar contas alegando que já teria ultrapassado o limite diário de transações. A diferença é que os golpistas usavam a campanha eleitoral como desculpa. "Campanha é difícil sempre precisa de uma verba extra, mas depois vamos colher os frutos", argumentava o autor da mensagem.

    No caso citado pelos advogados, o valor pedido é de R$ 6.550. O dinheiro deveria ser depositado em uma conta na Caixa Econômica Federal em nome de Jackson Keyson de Souza Alencar. O próprio Boulos enviou mensagens a todos seus contatos no WhatsApp informando sobre o golpe.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    Máximo 700 caracteres [0]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.