• 19/11/2020 23:06
Pesquisa

Candidato apoiado por bolsonaristas fica fora da lista tríplice da Fiocruz

  • 19/11/2020 23:06
  • PorEstadão Conteúdo
    Sede da Fiocruz, no Rio de Janeiro.
    Sede da Fiocruz, no Rio de Janeiro.| Foto: Ricardo Valverde/Agência Fiocruz de Notícias

    Apoiado por deputados bolsonaristas, o candidato à presidência da Fiocruz Florio Polonini não obteve os 30% dos votos válidos necessários para entrar na lista tríplice para escolha do novo gestor da instituição. A lista de três nomes a ser enviada ao Palácio do Planalto será encabeçada pela atual presidente da fundação, Nísia Trindade, seguida do coordenador de Vigilância em Saúde, Rivaldo Venâncio, e do vice-presidente, Mário Moreira. O resultado será homologado pelo Conselho Deliberativo da Fiocruz no dia 23. Depois, a lista tríplice será encaminhada ao ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. Então, seguirá para o presidente Jair Bolsonaro. Tradicionalmente, a Presidência respeita a escolha dos servidores e nomeia o mais votado. Mas a palavra final será de Bolsonaro. Ele que pode nomear qualquer um dos três nomes.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    Máximo 700 caracteres [0]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.