• 10/06/2020 09:36
Desmatamento

Inpe: Amazônia perdeu mais de 10 mil km² entre agosto de 2018 e julho de 2019

  • 10/06/2020 09:36
  • PorEstadão Conteúdo
    Desmatamento em Rondônia
    Imagem de área desmatada em Rondônia, em agosto de 2019.| Foto: Carl de Souza/AFP

    O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) divulgou nesta terça-feira (9) uma revisão dos dados do Prodes, o sistema que aponta o desmatamento oficial da Amazônia, referentes ao período de agosto de 2018 a julho de 2019. O resultado indicou que a devastação da floresta no primeiro ano do governo Bolsonaro foi ainda maior do que a apontada previamente. No período, a Amazônia perdeu 10.129 km². A taxa oficial revisada agora representa uma alta de 34,41% em relação aos 12 meses anteriores ( 7.536 km²) e é a pior desde 2008. Em novembro, uma prévia do Prodes havia indicado que o desmatamento tinha sido de 9.762 km². O novo número é resultado de revisão das imagens de satélite e consolidação dos dados sobre o chamado corte raso, em que ocorre remoção completa da cobertura florestal. O Inpe sempre divulga uma prévia em novembro e a taxa final alguns meses depois.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.