• 21/10/2020 13:39
Vacina da Covid

Doria rebate Bolsonaro após declaração sobre vacina chinesa

  • 21/10/2020 13:39
  • PorEstadão Conteúdo
    O governador João Doria afirmou na sexta-feira (16) que a vacina chinesa contra a Covid-19 será obrigatória em todo o estado de São Paulo
    Governador João Doria afirmou na última sexta-feira (16) que a vacina chinesa contra a Covid-19 será obrigatória em todo o estado de São Paulo| Foto: Governo de SP

    O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), rebateu as declarações do presidente Jair Bolsonaro sobre a vacina da chinesa contra a Covid-19 e pediu a ele "grandeza para liderar o país para a saúde". O tucano pediu ainda que ele respeite seu ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. "Não é razoável que um presidente não respeite seu ministro da saúde", disse Doria.

    "A vacina do Butantã é a vacina do Brasil, de todos os brasileiros", disse. O medicamento, em fase de testes contra a covid-19, é desenvolvido pela chinesa Sinovac e o Instituto Butantã. Após o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, anunciar na terça-feira a intenção de aquisição de 46 milhões de doses da vacina, o presidente Jair Bolsonaro publicou nesta quarta nas redes sociais que não iria comprar a "vacina chinesa".

    O Ministério da Saúde divulgou uma nota de esclarecimento e o secretário executivo do Ministério da Saúde, Elcio Franco, fez uma declaração dizendo que não houve qualquer compromisso entre a Pasta.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    Máximo 700 caracteres [0]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.