• 25/07/2020 10:08
Queimadas em 2019

Embrapa alega que 90% dos incêndios na Amazônia ocorreram em áreas já desmatadas

  • 25/07/2020 10:08
  • PorEstadão Conteúdo
    Desmatamento na Amazônia cresce em 2020 em relação a 2019
    Área de floresta amazônica desmatada.| Foto: Ronan Frias Semas/Fotos Públicas

    A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) alega que 90% dos focos de incêndio na Amazônia em 2019 ocorreram em áreas já desmatadas. Segundo a estatal vinculada ao Ministério da Agricultura, em nota técnica divulgada este mês, o aumento do fogo na Amazônia não estaria derrubando porções da floresta para a abertura de novas áreas de cultivo. A Embrapa põe a culpa das queimadas em pequenos produtores rurais já estabelecidos na região, que não contariam com tecnologias mais modernas para o preparo de terrenos utilizados em pastagens e lavouras. Outros estudos, no entanto, apresentam resultados diferentes. Pesquisadores da Nasa, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e do Instituto de Pesquisas Ambientais da Amazônia (Ipam) concluíram que boa parte das áreas desmatadas nos meses anteriores é que estavam sendo queimadas, em um processo de limpeza do terreno. As proporções dos incêndios, segundo análises da Nasa, não são condizentes com limpeza de pasto por pequenos agricultores.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    Máximo 700 caracteres [0]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

      Fim dos comentários.