• 17/09/2019 17:08
Juiz da Lava Jato

Bonat nega pedido de Lula para usar mensagens da Spoofing como prova compartilhada

  • 17/09/2019 17:08
  • PorKelli Kadanus
  • Brasília
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva
Pedido feito pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi negado| Foto: Miguel Schincariol/ AFP

O juiz Luiz Antônio Bonat, responsável pela Lava Jato em Curitiba, negou nesta terça-feira (17) um pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para compartilhamento das provas da operação Spoofing no processo referente à compra de imóveis pela Odebrecht. A defesa queria que as mensagens apreendidas com os suspeitos de hackear celulares de autoridades pudessem ser usadas como provas no processo, que é o último contra Lula pendente em Curitiba.

Bonat destacou, na decisão, que depois da perícia nos sistemas da Odebrecht, determinadas pelo STF, vai abrir prazo novamente para as alegações finais no processo. Desta vez, segundo o juiz, a ordem das alegações será diferente, respeitando a decisão do Supremo ao analisar um recurso do ex-presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, que anulou a condenação de 11 anos imposta a ele por Moro. Segundo Bonat, os delatores vão apresentar as alegações antes das defesas dos demais réus no processo.

Tudo sobre:

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.