• 28/01/2021 07:25
Alimentação

MP pede que TCU investigue gasto de R$ 15 milhões com leite condensado

  • 28/01/2021 07:25
  • PorGazeta do Povo
    Bolsonaro em visita à Academia Militar das Agulhas Negras (Aman), em Resende (RJ), em setembro deste ano: presidente se sente em casa ao lado de militares e policiais.
    Bolsonaro em visita à Academia Militar das Agulhas Negras (Aman), em Resende (RJ), em setembro deste ano: presidente se sente em casa ao lado de militares e policiais.| Foto: Carolina Antunes/PR

    O Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União (TCU) solicitou autorização da Corte para apurar gastos do governo com alimentos em 2020 - do total, R$ 15 milhões foram destinados à aquisição de leite condensado e R$ 2,2 milhões, com chiclete. A representação cita casos de compra feitas pelas Forças Armadas e, se confirmadas as irregularidades, pede que o TCU apure as responsabilidades.

    O Ministério da Defesa afirmou em nota à imprensa que os valores são compatíveis com as tarefas das tropas. De acordo com a pasta, os militares não recebem nenhum valor referente ao pagamento de auxilio alimentação, sendo obrigatória por lei a disponibilização de alimentação aos que estão em atividade. Segundo o ministério, desde 2017, o gasto diário com a compra de alimentos é de R$ 9,00 por militar, valor que não é reajustado há três anos e que é usado para custear o café da manhã, almoço e o jantar dos militares que compõem as Forças Armadas.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.