• 22/07/2020 22:41
Câmara

Maia: Desafio para 2021 é sentar em cima de teto de gastos e não deixar mexer

  • 22/07/2020 22:41
    • Estadão Conteúdo
    O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, em entrevista coletiva.
    O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, em entrevista coletiva.| Foto: Najara Araújo/Câmara dos Deputados

    Para o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), um dos grandes desafios para o próximo ano será manter o teto de gastos. "Abrir o teto de gasto, criar um novo imposto para ter receita para gastar olhando a eleição, aí já desorganizou tudo que está sendo construído. Nosso grande desafio do próximo ano é sentar em cima do teto de gastos e não deixar ninguém mexer, porque as tentações são grandes, e elas vão gerar aumento de carga tributária ou de dívida, que, no final, acaba sendo paga pela sociedade", disse Maia em live nesta quarta-feira (22) com o economista Renoir Vieira. Para ele, a discussão sobre mudar o teto de gastos só pode ser feita depois de se organizar a estrutura da administração pública. "Mas acho que essa pressão não vai ser pequena não, vai ser muito grande, e nós temos que ficar atentos a isso", disse. Ainda evitando se aprofundar no debate sobre sucessão na presidência da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), comentou também que terá seu apoio o candidato que sustentar a aprovação da reforma tributária. O mandato dele termina em fevereiro do ano que vem.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.