• 21/01/2021 11:49
Ministro da Saúde

Embaixador da China vai ajudar a “destravar” envio de insumos da vacina, diz Pazuello

  • 21/01/2021 11:49
  • PorGazeta do Povo
    O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello
    O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello| Foto: Isac Nóbrega/PR

    O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou nesta quinta-feira (21) que o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, vai "ajudar a destravar" o envio de insumos das vacinas contra a Covid-19 ao Brasil. "Todos compreendem que os insumos que vêm da China atendem ao Butantan e à Fiocruz. Estamos em negociação diplomática com a China. Conversei ontem pessoalmente duas vezes com o embaixador chines. Conversei na parte da manhã com ele e solicitei que ele pudesse fazer uma entrevista à tarde e foi feita. Ele vai fazer as gestões necessárias", disse Pazuello.

    Ainda segundo o ministro, o embaixador afirmou que "não há nenhuma discussão política ou diplomática no assunto e sim burocrática" e que o diplomata "vai encontrar onde esta esse entrave e vai ajudar a destravar". A produção da vacina Coronavac, por parte do Instituto Butantan, e a de Oxford/AstraZeneca, pela Fiocruz, dependem do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) para a produção das doses.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.