• 13/11/2019 17:42
Confusão na embaixada

PM entra em embaixada da Venezuela e apoia retirada de representantes de Guaidó

  • 13/11/2019 17:42
    • Brasília
    • com informações de Kelli Kadanus
    Visão externa da embaixada da Venezuela, em Brasília.
    Grupo pró-Guaido foi retirado da embaixada da Venezuela com apoio da PM.| Foto: Kelli Kadanus / Gazeta do Povo

    Após uma confusão que durou a manhã e à tarde na embaixada da Venezuela em Brasília, em que representantes do presidente interno da Venezuela, Juan Guaidó, são acusados de terem invadido o local, o batalhão de choque da Polícia Militar do Distrito Federal forneceu apoio e escolta para retirar os representantes de Guaidó pelo portão dos fundos do local. Ninguém foi preso, apesar do desejo de Freddy Meregote, representante do governo de Nicolás Maduro em Brasília. Coordenador de Privilégios e Imunidades do Itamaraty, Maurício Correia negociou a saída.

    Em apoio ao governo de Nicolás Maduro, militantes com bandeiras e camisetas do PT tentaram balançar as grades da embaixada durante o procedimento, e foram afastados com spray de pimenta. Dois helicópteros da polícia sobrevoaram o local durante a retirada do grupo pró-Guaidó. Após a saída, os militantes comemoraram a saída com fogos de artifício e com Freddy Meregote:

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    Máximo 700 caracteres [0]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

      Fim dos comentários.