• 16/09/2020 22:24
Caso Queiroz

Recurso da Globo é negado e censura a documentos sobre “rachadinhas” é mantida

  • 16/09/2020 22:24
    • Estadão Conteúdo
    Senador Flávio Bolsonaro
    Senador Flávio Bolsonaro| Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

    O desembargador Fábio Dutra, da 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio, negou recurso apresentado pela TV Globo e manteve liminar que proíbe a emissora de divulgar documentos do caso das "rachadinhas" envolvendo o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ). O processo está sob sigilo. Em nota, a emissora disse que a decisão judicial é um "cerceamento à liberdade de informar, uma vez que a investigação é de interesse de toda a sociedade". A TV Globo também afirmou que avalia providências legais cabíveis. A liminar que proíbe a divulgação de documentos do caso foi deferida pela juíza Cristina Serra Feijó, da 33ª Vara Cível do Rio, que alegou risco de dano à imagem de Flávio Bolsonaro caso as peças fossem veiculadas pela TV Globo. Segundo a magistrada, sua decisão "não diz respeito propriamente à liberdade de imprensa", mas sim à "responsabilidade pelos danos causados pela divulgação de documentos e informações". Ela nega ter cometido censura.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    Máximo 700 caracteres [0]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

      Fim dos comentários.