• 16/10/2020 17:29
  • Atualizado em 17/10/2020 às 16:26
Lei Anticorrupção

Madero é multado em R$ 442,6 mil por oferecer comida e dinheiro a fiscais

  • 16/10/2020 17:29
  • Atualizado em 17/10/2020 às 16:26
  • PorGazeta do Povo
    Madero Steakhouse
    Madero Steakhouse| Foto: Foto: Divulgação site

    Baseada na Lei Anticorrupção, a Controladoria-Geral da União (CGU) multou a empresa Madero por oferecer vantagens indevidas para agentes públicos. A decisão foi publicada nesta sexta-feira (16) no Diário Oficial da União e é assinada pelo ministro Wagner Rosário. A empresa foi condenada a pagar R$ 442,6 mil por ter dado, em diversas oportunidades, dinheiro e alimentos para servidores públicos federais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, responsáveis pela fiscalização das instalações da empresa em Balsa Nova e Ponta Grossa, no Paraná. O valor da multa corresponde a 0,1% do faturamento bruto da empresa no exercício de 2017. Na mesma publicação, a Vivo foi condenada a pagar R$ 45 milhões por dar ingressos da Copa do Mundo de 2014 a agentes públicos.

    Em nota, o Madero informou que vai recorrer de multa aplicada pela CGU e lembrou que foi a própria empresa quem denunciou o caso de extorsão praticado por fiscais do Ministério da Agricultura à Polícia Federal, tendo ajudado nas investigações.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    Máximo 700 caracteres [0]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.