i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Notícias do Dia

Brasil tem recorde de mortes e novo protocolo para uso da cloroquina

  • PorGazeta do Povo
  • Brasília
  • 20/05/2020 16:44

O Ministério da Saúde divulgou nesta quarta-feira (20) o novo protocolo para uso da cloroquina no Brasil. Agora, o medicamento passa a ser recomendado para pacientes nos estágios iniciais da infecção por coronavírus, e em dosagens mais baixas. Nesta terça-feira (19), o Brasil bateu recorde de mortes e novos casos registrados em 24 horas: foram 1.179 novos óbitos e 17.408 novos infectados.

A liberação da substância sempre foi defendida pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e as divergências de entendimento sobre seu uso foram fundamentais para a demissão dos dois últimos ministros da Saúde, os médicos Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich.

O novo protocolo para uso da cloroquina oficializa o uso do medicamento no tratamento do coronavírus na rede pública para pacientes com quadros leves. Antes, a Saúde apenas recomendava a prescrição da cloroquina para casos graves, em que o paciente está internado, e com doses diárias de até 900 mg.

Apesar de orientar o uso do medicamento, o ministério admite que não há estudos que "comprovem o benefício inequívoco dessas medicações no tratamento da Covid-19". "Assim, fica a critério do médico a prescrição, sendo necessária também a vontade declarada do paciente".

Em conjunto com o protocolo, a pasta divulgou um novo termo de ciência e consentimento, que deve ser assinado pelo médico e pelo paciente para que o medicamento possa ser utilizado.

Para ser válido, o protocolo da Saúde precisava da assinatura de um responsável técnico, um médico e pelo ministro da Saúde, o interino general Eduardo Pazuello. O documento divulgado pelo Ministério da Saúde, entretanto, não tem nenhuma assinatura.

Na noite de ontem, durante transmissão nas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro comentou sobre o novo protocolo da cloroquina. Ao falar sobre o tema, disse: "Quem é de direita toma cloroquina, quem é de esquerda, Tubaína".

Hoje de manhã, o presidente publicou nas redes sociais hoje uma mensagem sobre as 1.179 mortes em 24 horas pela Covid-19. "Dias difíceis. Lamentamos os que nos deixaram", escreveu.

Enem será adiado por causa do coronavírus

O Ministério da Educação anunciou o adiamento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020. Segundo a pasta, a prova será adiada de 30 a 60 dias em relação ao que foi previsto nos editais.

“Para tanto, o Inep promoverá uma enquete direcionada aos inscritos do Enem 2020, a ser realizada em junho, por meio da Página do Participante. As inscrições para o exame seguem abertas até as 23h59 desta sexta-feira, 22 de maio”, afirmou o Ministério da Educação.

Nesta terça-feira, o Senado aprovou o projeto que prevê o adiamento do Enem em caso de calamidades públicas, como a atual pandemia do novo coronavírus. 75 senadores votaram a favor da postergação do exame e apenas um foi contra. A medida agora será apreciada pela Câmara dos Deputados já nesta quarta-feira (20).

Mais mudanças no governo

A atriz Regina Duarte vai deixar o comando da secretaria de Cultura do governo Jair Bolsonaro. O próprio presidente confirmou a saída da atriz, em vídeo publicado no Twitter na manhã de hoje.

“Regina Duarte relatou que sente falta de sua família, mas para que ela possa continuar contribuindo com o Governo e a Cultura Brasileira assumirá, em alguns dias, a Cinemateca em SP. Nos próximos dias, durante a transição, será mostrado o trabalho já realizado nos últimos 60 dias", escreveu o presidente.

Bolsonaro convidou o ator Mário Frias para substituir Regina Duarte na Secretaria Especial da Cultura. O convite oficial foi feito hoje após Bolsonaro e Regina anunciarem que ela deixaria a pasta para assumir a Cinemateca em São Paulo.

Em entrevista ao canal CNN Brasil, no início de maio, o ator se ofereceu para assumir o cargo de Regina. Nos últimos dias Bolsonaro sinalizou uma aproximação com Frias ao publicar o vídeo com a entrevista no Twitter. Ontem o ator esteve em um almoço do presidente com dirigentes de clubes de futebol.

Jornalistas da Gazeta do Povo comentam as principais notícias do dia. Assista ao vivo:

1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 1 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • X

    Xexéu Bimbim

    ± 0 minutos

    Qual é o destino do Bozo: Bangu 8 ou Tribunal de Haia?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]