i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Ex-secretário de Bolsonaro

“Imposto maldito”, CPMF é uma das razões por trás da demissão de Marcos Cintra do governo

  • PorGazeta do Povo, com agências
  • 11/09/2019 17:10
Marcos Cintra teria entrado em conflito com Bolsonaro em várias oportunidades por causa da CPMF.
Marcos Cintra teria entrado em conflito com Bolsonaro em várias oportunidades por causa da CPMF.| Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Principal fiador da proposta de imposto único e fã de carteirinha da CPMF, o economista Marcos Cintra foi demitido do cargo de secretário especial da Receita Federal, nesta quarta-feira (11), pelo ministro da Economia, Paulo Guedes. Cintra era um dos principais nomes da equipe econômica que vinha pensando uma proposta de reforma do sistema tributário do país.

Segundo informações de bastidores, a razão da exoneração de Cintra foi a incapacidade de o secretário comunicar ao Congresso e à opinião pública que a proposta de criação da Contribuição sobre Pagamentos (CP) não significava uma volta da antiga CPMF, embora os dois tributos incidam sobre movimentações financeiras.

A antecipação das alíquotas de 0,2% e 0,4% da CP, feitas na terça-feira (10) pelo secretário-adjunto da Receita, Marcelo Silva, repercutiram muito mal no Planalto e no Congresso. E causaram um enorme desgaste ao governo, principalmente ao presidente Jair Bolsonaro, que mais de uma vez se manifestou contra a volta da CPMF. A proposta da CP vinha sendo estudada pelo governo dentro da reforma tributária, mas nada de oficial havia sido anunciado até terça-feira.

O próprio Guedes defendeu a cobrança de um tributo nos moldes da CPMF em entrevista ao jornal Valor Econômico, na segunda-feira (9). Mas Bolsonaro teria desautorizado estudos nesse sentido e ficado contrariado ao saber que a reforma tributária do seu governo caminhava para recriar um imposto semelhante à CPMF, extinta em 2007.

Na nota em que informou a exoneração de Marcos Cintra, o Ministério da Economia esclareceu que não há, ainda, um projeto de reforma tributária finalizado. "A equipe econômica trabalha na formulação de um novo regime tributário para corrigir distorções simplificar normas, reduzir custos, aliviar a carga tributária sobre as famílias e desonerar a folha de pagamento", afirma. O comunicado nem sequer menciona a CP, muito menos a CPMF. "A proposta somente será divulgada depois do aval do ministro Paulo Guedes e do presidente da República, Jair Bolsonaro", completa o texto.

O homem da reforma tributária sucumbiu

Professor e vice-presidente da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Marcos Cintra é um notório defensor do imposto único – e não é de hoje. No currículo do secretário da Receita no sistema Lattes, do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), uma rápida busca pelos termos “imposto único” mostra uma espécie de obsessão pelo tema: a expressão é citada 412 vezes, entre artigos acadêmicos e textos publicados em jornais.

O tema já foi, inclusive, bandeira de campanha do atual secretário. Eleito deputado federal por São Paulo em 1999, Cintra chegou a gravar um vídeo para o horário eleitoral em que aparece “domando” um leão. O slogan da campanha fazia referência à menina dos olhos do economista: "Imposto? Basta um!"

CPMF, o imposto "satanizado"

A ideia de Cintra não era tão difícil de entender. O economista sempre defendeu que a tributação seja feita por meio de um imposto só, que incidiria sobre todo tipo de pagamento. Parece familiar, não? E, de fato, é: outros especialistas apontam como essa proposta se aproxima da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), extinta em 2007.

Mal falada por muitos, mas não por Cintra. Em artigo publicado em 2018, na revista Conjuntura Econômica, da FGV, ele faz elogios à CPMF. “Basta olhar ao próprio umbigo para verificar que o Brasil abriu o caminho da modernidade tributária nos anos 90, e por 12 anos, até 2007, praticou notável inovação tributária sem qualquer contratempo, inconveniência ou contraindicação que recomende não voltar a trilhá- lo. Trata-se da movimentação financeira, uma base tributária que incorpora praticamente todas as formas tradicionais de arrecadação de impostos atualmente exploradas no mundo”, afirma.

Em outro texto, intitulado "A polêmica da CPMF", o economista Marcos Cintra afirma que o problema da contribuição foi o “modo desastroso” como foi implantada – o que, para ele, “proporcionou aos críticos uma oportunidade valiosa para satanizar aquele tributo”.

A "beleza" de um tributo

Depois de assumir o cargo no governo federal, com as especulações sobre a proposta de recriação da CPMF, Cintra mudou levemente o discurso. Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, em abril deste ano, o economista fez distinções entre a ideia do governo e a antiga contribuição sobre movimentações financeiras.

“Não é uma CPMF, porque o novo imposto será permanente e não incidirá somente em operações de débito feitas pelo sistema bancário. Será muito mais amplo. Abarcará qualquer transação envolvendo pagamentos, até escambo”, disse.

À jornalista Miriam Leitão, em programa veiculado pelo canal Globo News, o ex-secretário da Receita voltou a falar sobre o tema, fazendo uma espécie de declaração de amor ao imposto sobre movimentações financeiras. “A beleza do imposto sobre pagamentos é que ele não precisa de fiscalização. Toda atividade econômica gera pagamento, da forma que for. Se a tributação incide sobre qualquer pagamento, vai pegar toda a economia informal”, explicou.

Rota de colisão com Bolsonaro

Foi justamente em uma dessas ocasiões que Marcos Cintra começou a entrar em conflito com o chefe, o presidente Jair Bolsonaro. Na entrevista à Folha, o economista afirmou que nem o dízimo das igrejas escaparia à cobrança da CPMF repaginada, chamada de Contribuição sobre Pagamentos (CP). “A CP vai tributar todas as transações. A base será universal: pega até a economia informal e as ações criminosas de contrabando”, afirmou.

A inclusão das igrejas no novo imposto virou manchete, ganhou repercussão e levou o presidente a gravar um vídeo desautorizando o secretário. “Fui surpreendido nesta manhã por uma declaração do nosso secretário da Receita de que seria criado um novo imposto para as igrejas. Eu quero me dirigir a todos vocês dizendo que essa informação não procede”, disse o presidente.

Após o mal-estar, Cintra compartilhou o vídeo de Bolsonaro e atribuiu à publicação a confusão com o presidente. Não foi o único conflito entre Cintra e o presidente. Segundo informações de bastidores, Bolsonaro acreditava que Cintra não controlava a ação dos fiscais do Fisco, que atuavam de forma independente, compartilhando informações agentes de segurança sem aval da Justiça.

Para o presidente, já havia passado da hora de uma mudança na Receita, mas Guedes segurou o secretário até quando pôde. Mas a repercussão negativa da nova CPMF tratou de pôr fim à jornada de Cintra no governo.

31 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 31 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • M

    Maria jose de Brito Lourenço

    ± 3 horas

    Que homem sem noção será que não vê que essa porcaria de imposto só trouxe tristeza prós brasileiros e quantas pessoas desempregada.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Maria jose de Brito Lourenço

    ± 4 horas

    Que homem sem noção será que não vê que essa porcaria de imposto só trouxe tristeza prós brasileiros e quantas pessoas desempregada.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • H

    Hélio

    ± 5 horas

    Jamais ouvi dizer que aumentar impostos fosse ideia de economista liberal. Já temos uma carga tributária absurda e maior que todas as economias liberais e progressistas. O que precisamos é uma reforma do estado brasileiro para reduzir gastos. Com o país crescendo a arrecadação de impostos sobe naturalmente, e muitos outros problemas se resolvem.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    Luiz Eduardo de Menezes

    ± 14 horas

    Apenas mais um factóide diário do Bozo...

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Marcoaurélio

    ± 14 horas

    Sempre procurando saídas fáceis para um problema complexo. Eu **** pra pagar alguém, eu pago e o pagado também, depois este usa o dinheiro pra pagar, novamente duas tributações. É assim que querem alavancar a economia? Com um imposto que inibe a circulação da moeda?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    Freitas

    ± 14 horas

    https://www.seudinheiro.com/nova-cpmf-nao-e-bode-na-sala-paulo-guedes-defende-imposto-por-conviccao/

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    Freitas

    ± 14 horas

    Bolsonaro vai ter que demitir o Paulo Guedes.... rsss Ele deu "n" palestras defendendo a CPMF.... rssssssss

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • S

    STF

    ± 15 horas

    Aumentar o imposto para tirar o país do buraco? Não, para salvar o governo e travar ainda mais a economia.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    André Borges Uliano

    ± 15 horas

    Uma pena. Excelente tributarista. Ideia da contribuição sobre pagamentos é boa, embora deformada nos noticiários.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    Freitas

    ± 16 horas

    SE A APOLOGIA `{A CPMF FOI O MOTIVO DA DEMISSÃO, por que Paulo Guedes permanece intacto? Somente os idhiotas fanatizados acreditam nessa versão. Tudo aponta para o ACORDÃO >>> A Receita começou a investigar a família Toffoli e Gilmar Mendes.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Argenta

    ± 17 horas

    Eu acho um imposto justo, quem tem mais paga mais. Mas é mais um imposto. Eu aprovaria se fosse tirado outros impostos para compensar a entrada deste.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • F

      Freitas

      ± 16 horas

      Barbaridade. Estude um pouco de Economia e depois venha comentar.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    JOSMAR PORTUGAL VAZ

    ± 17 horas

    Paulo Guedes também defende essa desgraça. Quero ver se o Bolsonaro vai demiti-lo e se ele vai , o Paulo Guedes, vai continuar defendendo esse imposto. Com a palavra o presidente Bolsonaro .

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • F

      Freitas

      ± 16 horas

      Lógico e evidente que a CPMF não foi o motivo da demissão. Somente os fanatizados engolem essa versão. Tudo faz parte do ACORDÃO e a Receita Federal investigou poderosos (Toffoli, Gilmar Mendes e outros).

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    JOSMAR PORTUGAL VAZ

    ± 17 horas

    Imposto perverso , covarde e injusto ! Imagine se você emitir 20 folhas de cheque . Multiplique por 0,4 que é o valor da cobrança e veja o quanto você vai pagar . Outra coisa : o valor que qualquer um vai pagar é infinitamente maior que a inflação porque você não usa somente talão de cheques usa também cartões de crédito . Além do mais tem os outros impostos embutidos.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    Jorge Dias

    ± 17 horas

    Isso jah está cansando.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • B

    Baulé

    ± 18 horas

    se fosse ÚNICO seria uma boa idéia! todo mundo paga, assim seria o imposto mais justo que já tivemos.....

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • W

    WILSON

    ± 18 horas

    Bolsonaro demorou em demitir este boquirroto ....Acostumado a mandar e fazer o que bem entendia na Receita Federal não se deu conta de que tinha chefe novo a quem tinha que prestar contas . Testou o seu pseudo poder e finalmente quebrou a cara ...Agora vai certamente se aposentar , EXTRAORDINARIAMENTE BEM , às nossas custas , depois de nos ter esfolado durante anos...

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • F

      FLAVIA STOCKMANN

      ± 17 horas

      Ele foi nomeado no governo Bolsonaro

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • K

    Klin

    ± 18 horas

    Segundo Cintra: " IMPOSTO MALDITO! PERDI O MEU CARGO"! KKKKKK... Não pelo imposto maldito, mas por ter vasculhado as contas de alguns intocáveis e suas esposas.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • Z

    Zyss

    ± 19 horas

    Ainda bem q tiraram esse atrasado de vida....

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    Conter

    ± 19 horas

    Esse país não anda. Chega de embromação. Façam alguma coisa.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • O

    Osvaldo Colarusso

    ± 19 horas

    Cintra era dos mais perversos ideólogos dos economistas do governo. Da cabeça dele surgiu o fim das isenções de saúde e educação.no imposto de renda, o fim da isenção dos portadores de doenças graves. Já vai tarde, estrupicio.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    2 Respostas
    • W

      WILSON

      ± 18 horas

      Bem dito,Colarusso ! A palavra exata é PERVERSO !!! Visão maldosa e deturpada do que é ser SERVIDOR PÚBLICO , na qual o ESTADO É O INÍCIO E O FIM DE TUD.E todos devem se submeter às idiossincrasias doentias dos funcionários públicos criadores e coletores de impostos . LIBERDADE ,LIBERDADE ,ABRE AS ASAS SOBRE NÓS !!!

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • F

      Freitas

      ± 19 horas

      Têm algumas isenções que são casos de polícia. Entendo que deve haver revisões. Muitos teriam que pagar muito pelas falcatruas.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    Freitas

    ± 19 horas

    "No Congresso, porém, pouca gente acredita nessa narrativa. As reais razões da demissão de Cintra passam pelas ações recentes da Receita, que andou acessando o sigilo bancário de políticos e até de ministros do STF e suas esposas, como Dias Toffoli e Gilmar Mendes."

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • B

    Bruno Toso

    ± 19 horas

    Durante a campanha, Bolsonaro jurou de pés juntos que não aumentaria nem criaria impostos. Se aprovar a CPMF, mostrará que o Macron tem razão no que acha dele.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    Freitas

    ± 19 horas

    Piada, pura piada essa "explicação" para a demissão do Marcos Cintra. Paulo Guedes defendeu e defende abertamente a CPMF. Então, ele vai ser demitido? Cintra estava com a sua cabeça a prêmio desde quando a Receita Federal começou a investigar Gilmar Mendes e Dias Toffoli. O ACORDÃO ESTÁ AVANÇANDO, SÉRGIO MORO É A ÚNICA RESISTÊNCIA.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • M

      Marcoaurélio

      ± 14 horas

      Espero mesmo que Guedes seja demitido

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • S

    STF

    ± 20 horas

    Desde que conheço por gente, quando político fala em “reforma tributária”, acabamos pagando mais impostos.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • N

      Neanderthal

      ± 19 horas

      Verdade

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]