Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

- Decisão de segunda instância em São Paulo confirmou demissão por justa causa de uma funcionária que se recusou a receber a vacina contra a Covid-19

*) Uma decisão do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região, de São Paulo, manteve a demissão por justa causa de uma funcionária de um hospital que se negou a tomar a vacina contra a Covid-19. Foi a primeira decisão do tipo em segunda instância no Brasil.

O entendimento dos desembargadores incluiu a seguinte análise: quando uma empresa divulga informações sobre a vacinação contra a Covid-19 para os funcionários, o interesse particular desse empregado não pode prevalecer sobre o interesse coletivo. Sem tomar a vacina, portanto, o funcionário estaria colocando em risco os colegas.

Este episódio do podcast fala desse assunto: o interesse particular de quem não quer tomar a vacina versus a proteção coletiva. O convidado é Nasser Ahmad Allan: advogado especialista em Direito do Trabalho. Mestre e doutor em Direito pela UFPR. 

***
O podcast 15 minutos é um espaço para discussão de assuntos importantes, sempre com análise e a participação da equipe de jornalistas da Gazeta do Povo. De segunda a sexta, de forma leve e dinâmica, com a duração que cabe na correria do seu dia. Apresentação é do jornalista Márcio Miranda. O programa é publicado no Spotify, Google Podcast, Deezer e no iTunes.

***
Ficha técnica: ‘15 minutos’, podcast de notícias da Gazeta do Povo #Apresentação e roteiro: Márcio Miranda; direção de conteúdo: Rodrigo Fernandes; equipe de produção: Maria Eduarda Scroccaro montagem: Leonardo Bechtloff; estratégia de distribuição: Marcus Ayres.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]