#58 - As eleições de 2020 nas capitais: quem sai na frente? E o salário dos funcionários públicos no país

1) A um ano das eleições 2020, que vão escolher os novos prefeitos, o cenário político nas principais capitais é o de viabilizar candidaturas. Ao longo dos últimos meses, o Paraná Pesquisas questionou moradores em oito capitais do país sobre possíveis candidatos: Salvador, Vitória, Porto Alegre, São Paulo, Curitiba, Belo Horizonte, Maceió e Fortaleza. Na pesquisa espontânea, o instituto perguntou em quem o eleitor votaria se as eleições para prefeito(a) fossem hoje, sem apresentar nomes de possíveis candidatos. Ao contrário do que acontece na versão estimulada da pesquisa, em que são citados nomes de possíveis candidatos. É importante ressaltar que nas pesquisas espontâneas, em todas as capitais, a maioria dos entrevistados declarou não saber em quem vai votar nas eleições de 2020. A repórter Camila Abrão comenta a preferência do eleitorado.

2) A queixa do procurador mineiro Leonardo Azeredo dos Santos – que chamou seu salário mensal de R$ 24 mil de “miserê” – fez ressurgir o debate sobre a remuneração do funcionalismo público no Brasil. Em julho, o ministro-chefe do GSI, Augusto Heleno, também havia definido uma “vergonha” seu salário líquido de general de R$ 19 mil. A lamentação sobre os supostos baixos salários dos servidores públicos, contudo, vai de encontro à realidade revelada por várias pesquisas. Os funcionários brasileiros não só ganham, em média, mais que os empregados do setor privado, como estão entre os mais bem pagos do mundo, recebendo inclusive mais que seus análogos em países desenvolvidos, segundo o estudo do Banco Mundial “Um Ajuste Justo - Análise da Eficiência e Equidade do Gasto Público no Brasil”. O Brasil gasta um alto percentual do Produto Interno Bruto (PIB) com os salários públicos. O repórter Andrea Torrente comenta o assunto.

***

O podcast 15 minutos é um espaço para discussão de assuntos importantes, sempre com análise e a participação da equipe de jornalistas da Gazeta do Povo. De segunda a sexta, e forma leve e dinâmica, com a duração que cabe na correria do seu dia a dia, um resumo de temas relevantes. Apresentação é do jornalista Márcio Miranda. O programa é publicado às 17h30 no streaming do Spotify, Google Podcast, Deezer e no iTunes.

***

Ficha técnica: o ‘15 minutos’, podcast de notícias, é gravado no estúdio da Gazeta do Povo, em Curitiba # Apresentação e roteiro: Márcio Miranda; direção de conteúdo: Rodrigo Fernandes; equipe de produção: Fernando Rudnick, Vivaldo de Sousa Neto e Jenifer Ribeiro; montagem: Leonardo Bechtloff; identidade visual: Gabriela Salazar; estratégia de distribuição: Gladson Angeli e Marcus Ayres.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]