Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Funcionários dos Correios entraram em greve por tempo indeterminado. Entenda os motivos que levaram à greve em um minuto.

Em torno de 100 mil funcionários dos Correios de todo o país decidiram entrar em greve na noite de 17 de agosto.

De acordo com a Federação Nacional dos Trabalhadores da Empresa, a paralisação é uma resposta à retirada de diretos dos funcionários e à tentativa de privatização dos Correios. Eles também pedem melhores condições de trabalho e segurança durante a pandemia do coronavírus.

Com relação às medidas tomadas durante a pandemia, a federação relata que teve que acionar a Justiça para garantir equipamentos de proteção para os funcionários.

Como os Correios são um serviço essencial, não podem parar completamente. Por isso, segundo os sindicatos, o mínimo de trabalhadores será mantido para garantir as operações. Segundo a entidade, 70% dos trabalhadores estão parados.

Em nota, os Correios informaram que têm um plano de ação para continuar atendendo a população mesmo durante a greve de seus funcionários.

A empresa ainda afirmou que seu principal objetivo é cuidar da sustentabilidade financeira da empresa, ainda mais em um momento de crise.

Corrupção nos Correios

Os Correios protagonizaram diversos escândalos de corrupção na última década e meia. O próprio Mensalão foi descoberto em decorrência da estatal, a partir de um vídeo que mostrava um ex-funcionário dos Correios negociando propina com um empresário e mencionando o aval do então deputado federal Roberto Jefferson. Foi o início de um processo que resultou na criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar as denúncias, descobrindo-se posteriormente que se tratava de um esquema de compra de apoio parlamentar por parte do Partido dos Trabalhadores.

Conteúdo editado por:Rodrigo Fernandes
13 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]