i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Servidores aposentados

Quem pode se candidatar, remuneração, prazos: tudo sobre a força-tarefa do INSS

  • Brasília
  • 02/03/2020 16:45
Força-tarefa do INSS vai começar a atuar em abril; meta é encerrar a fila até outubro.
Força-tarefa do INSS vai começar a atuar em abril; meta é encerrar a fila até outubro.| Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo

Com a publicação da medida provisória que permite a contratação de servidores aposentados para trabalho temporário na administração pública federal, o governo divulgou o calendário de atuação da força-tarefa do INSS. Serão contratadas em abril até 8.220 pessoas, entre servidores aposentados e militares da reserva. Eles vão atuar até dezembro para ajudar a reduzir a fila de pedidos por aposentadoria e outros benefícios previdenciários e assistenciais, que está em 1,8 milhão.

O custo para os cofres públicos dessas contratações – caso todas as vagas sejam preenchidas – será de R$ 160 milhões, considerando os nove meses de atuação da força-tarefa (abril a dezembro). O valor não inclui o pagamento que será feito por produtividade, ou seja, para quem vai atuar na análise e concessão dos benefícios e nas perícias médicas.

Segundo o presidente do INSS, Leonardo Rolim, até outubro será possível normalizar a fila do INSS. Ou seja, dar uma resposta aos 1,8 milhão de pedidos que já estão na fila e os que ainda vão entrar ao longo da atuação da força-tarefa. A intenção é que a partir de outubro o tempo médio de análise fique entre 20 a 25 dias, dentro do prazo que determina a lei (até 45 dias).

Quando vai sair o edital?

O edital com todas as informações sobre a contratação das pessoas que atuarão no força-tarefa do INSS será publicado até o dia 20 de março. Já o período de inscrição irá dos dias 23 a 29 de março. Somente servidores aposentadores e militares da reserva vão poder se inscrever para atuar na força-tarefa do INSS. A análise das inscrições será feita de 30 de março a 1º de abril. No dia 2 de abril, será divulgado o resultado preliminar.

Entre os dias 3 e 6 de abril, os inscritos vão poder entrar com recurso. No dia 9 de abril, será divulgado o resultado final, após a análise do recurso. O governo prevê que a assinatura de contrato de trabalho temporário com os selecionados aconteça entre os dias 13 e 17 de abril. A força-tarefa vai começar tão logo termine a contratação, prevista para até o dia 17 de abril.

Quem vai poder participar da força-tarefa do INSS?

Servidores federais aposentados e militares inativos poderão concorrer a uma das 8.220 vagas. A maior parte deles será alocada no INSS e uma pequena parte nas secretarias de Previdência e Gestão de Pessoas do Ministério da Economia, também para atuação em atividades relacionadas a benefícios previdenciários.

No caso dos militares, somente capitão e 2º sargento vão poder concorrer as vagas. No caso dos servidores, qualquer funcionário federal aposentado vai poder participar da concorrência. A remuneração será de R$ 2.100 ou R$ 4.200, a depender da vaga disponível. Os selecionados vão atuar em atividades administrativas e de atendimento ao público.

O edital vai prever, ainda, a contratação de servidores aposentados do INSS para atuação exclusiva na atividade de análise e concessão de benefícios previdenciários. Segundo o secretário de Previdência, Narlon Gutierre, somente servidores da carreira do seguro social podem fazer a análise e concessão de benefícios, por isso o edital para essa função será direcionado a quem já era da carreira. A remuneração será por produtividade: R$ 57,70 por processo concluído.

Outra exceção será para a perícia. O edital vai prever que somente servidores aposentados que atuavam na carreira de perito médico federal poderão concorrer a vagas de peritos da força-tarefa. Eles também vão ganhar por perícia realizada: R$ 61,72.

2 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 2 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • F

    Fabiam Fagner

    ± 1 dias

    Tão importante quanto a força tarefa é ré-planejar os processos do INSS para evitar que esse “gargalo” não surja futuramente.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • E

      Eden Lopes Feldman

      ± 2 dias

      Assim vai ser evitada a desnessaria contratação de mais servidores para resolver problema pontual. Atitude correta de um governo que tem um política de gestão pública correta e adequada.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      Fim dos comentários.