i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Atrito com PGR

Lava Jato teve medo de ser alvo de busca e apreensão após visita de aliada de Aras

  • Brasília
  • 03/07/2020 18:56
Lava Jato teve medo de ser alvo de busca e apreensão após diligência feita por aliada do procurador-geral Augusto Aras.
Procurador-geral da República, Augusto Aras, quer centralizar informações da Lava Jato e ameaça esvaziar forças-tarefas de investigação.| Foto: Lula Marques/Fotos Públicas

Os procuradores da Lava Jato em Curitiba resolveram acionar a Corregedoria do Ministério Público Federal (MPF) após a visita da subprocuradora Lindôra Araújo por receio de serem alvos de uma operação de busca e apreensão. Lindôra, que é coordenadora da Lava Jato na Procuradoria-Geral da República (PGR) e nome de confiança do procurador-geral Augusto Aras esteve em Curitiba na semana passada. O encontro deflagrou um atrito entre a PGR e a força-tarefa no Paraná.

Durante a visita de Lindôra, o delegado da Polícia Federal que atua na Secretaria de Segurança Institucional do MPF fez uma inspeção em equipamentos de informática usados pela força-tarefa. A equipe responsável pela inspeção teria dito à procuradora-chefe do MPF no Paraná, Paula Cristina Conti Thá, que procurava por três equipamentos de gravação, mas que eles não foram encontrados.

A partir daí, os procuradores passaram a ter o receio de que a PGR poderia tentar um mandado de busca e apreensão em busca de um “guardião”, equipamento usado para interceptação telefônica.

Segundo o jornal O Globo, uma auditoria do Ministério Público da União teria revelado um esquema de gravações telefônicas na sede do MPF no Paraná. Esse teria sido um dos motivos da visita de Lindôra à força-tarefa, na semana passada.

Em nota, a força-tarefa da Lava Jato no Paraná afirmou que “jamais adquiriu o equipamento/sistema Guardião ou qualquer outro equipamento de interceptação telefônica”.

O que foi, de fato, adquirido, segundo os procuradores, foi um equipamento para gravação de ligações a partir dos ramais institucionais do MPF, depois que servidores e procuradores da força-tarefa passaram a receber ameaças. Mas, segundo a Lava Jato, o equipamento não grava conversas de terceiros.

Em documento enviado a Aras, a procuradora-chefe do Paraná afirmou que o sistema de gravação telefônica foi adquirido pelo órgão em 2016 para “resguardar a segurança e proteção de membros e servidores alocados na Força-Tarefa da Lava-Jato”. Ela também afirma que o sistema não realiza grampo telefônico e apenas registra ligações recebidas através dos ramais institucionais.

A licitação aberta pelo MPF tinha a intenção de comprar três aparelhos, mas acabou adquirindo apenas um. Esse fato, segundo os procuradores, alimentou uma espécie de teoria da conspiração de que dois aparelhos teriam “sumido”.

Segundo o MPF, a sindicância aberta pela Corregedoria também servirá para que seja esclarecida a existência dos equipamentos. Nesse caso, o objetivo é apurar a regularidade de sua utilização, bem como os “cuidados e cautela necessários para o manuseio” do equipamento pelos responsáveis.

O Tribunal de Contas da União (TCU) também vai investigar a denúncia de que a Lava Jato teria adquirido os equipamentos de interceptação telefônica que teriam desaparecido.

Reunião de Lindôra com a Lava Jato causou polêmica

Segundo os procuradores de Curitiba, as reuniões com Lindôra, realizadas entre os dias 23 e 25 de junho, transcorreu em clima de “interrogatório”. A subprocuradora teria, inclusive, ficado irritada com o fato de boa parte dos servidores da força-tarefa estarem trabalhando em home office durante a pandemia de coronavírus e ameaçou entregar o prédio alugado para o trabalho da Lava Jato em Curitiba, que fica em frente à Procuradoria da República no Paraná, alegando “desperdício de dinheiro público”.

Durante a reunião, segundo os procuradores, Lindôra questionou a força-tarefa sobre a transferência de informações para Brasília, a distribuição dos processos em Curitiba, as negociações feitas pelo grupo para a delação do advogado Rodrigo Tacla Duran — que não se concretizou — e sobre procedimentos atrasados.

Lindôra também teria informado aos procuradores que um responsável pela Secretaria de Segurança Institucional do MPF, um delegado da Polícia Federal requisitado para atuar na função, faria uma inspeção e queria acesso a todas as bases de dados da força-tarefa.

Os procuradores chegaram a entrar em contato com a corregedora-geral do MPF, Elizeta Maria de Paiva Ramos, durante a visita de Lindôra, para saber se havia algum procedimento na Corregedoria que explicasse a visita da subprocuradora e as pautas da reunião. Segundo Elizeta, porém, nada na Corregedoria amparava a visita.

Subprocuradora quis acessar dados de investigações sigilosas

Segundo os procuradores, Lindôra queria acessar “banco de dados” das investigações do escândalo Petrobras, que originou a Lava Jato, em 2014. Eles acusam a PGR de tentar obter informações e dados da operação “sem prestar informações sobre a existência de um procedimento instaurado, formalização ou escopo definido”.

A versão de Lindôra, porém, é diferente. Uma fonte próxima à subprocuradora diz que ela fez uma visita institucional à força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, sem nenhuma relação com o banco de dados da investigação. Segundo essa mesma fonte, a força-tarefa em Curitiba estava “paranóica” com o pedido de compartilhamento dos dados da investigação com a PGR, que teria sido feito em maio, através de um ofício — solicitação que não foi respondida pelos procuradores de Curitiba.

Os procuradores, por outro lado, alegam que apenas pediram uma razão para a entrega dos dados das investigações e acusaram a subprocuradora de ter adotado uma postura autoritária em relação ao acesso às informações.

A PGR argumenta que decisões anteriores do ex-juiz Sergio Moro e da juíza Gabriela Hardt, da 13ª Vara Federal de Curitiba, autorizam o compartilhamento de informações sigilosas com a equipe em Brasília. Mas, segundo os procuradores, esse acesso não é irrestrito. Segundo a equipe de Curitiba, o ofício enviado em maio pela PGR, pedindo acesso aos dados, não foi atendido porque não especificava a qual procedimento era referente.

Na versão dos procuradores em Curitiba, a intenção da força-tarefa era dar “amplo acesso, na medida do possível”, à subprocuradora. Segundo a Lava Jato, Lindôra chegou a pedir que os procuradores redigissem uma certidão afirmando que tinham negado acesso aos dados.

Queda de braço entre Lava Jato e PGR

A visita de Lindôra aos procuradores em Curitiba causou alvoroço e foi o estopim para a escalada do atrito entre a Lava Jato e a PGR. Os procuradores em Curitiba acreditam que há uma tentativa de enfraquecer o ex-juiz Sergio Moro e favorecer o presidente Jair Bolsonaro politicamente, passando por um desmonte da Lava Jato e sua desmoralização.

Em seguida à visita de Lindôra à Curitiba, três integrantes da força-tarefa da Lava Jato na PGR entregaram seus cargos. O movimento foi interpretado como reação à suposta tentativa de Lindôra em obter dados sigilosos de investigações. Pediram demissão os procuradores Hebert Reis Mesquita, Luana Vargas de Macedo e Victor Riccely.

Segundo a PGR, porém, a saída dos três já estava programada. “Os profissionais continuarão prestando valorosos serviços às comunidades para onde retornarão”, afirmou a Procuradoria-Geral em nota, no final de semana.

Na mesma nota à imprensa, a PGR aproveitou para cutucar a Lava Jato em Curitiba. “A Lava Jato, com êxitos obtidos e reconhecidos pela sociedade, não é um órgão autônomo e distinto do Ministério Público Federal (MPF), mas sim uma frente de investigação que deve obedecer a todos os princípios e normas internos da instituição. Para ser órgão legalmente atuante, seria preciso integrar a estrutura e organização institucional estabelecidas na Lei Complementar 75 de 1993. Fora disso, a atuação passa para a ilegalidade, porque clandestina, torna-se perigoso instrumento de aparelhamento, com riscos ao dever de impessoalidade, e, assim, alheia aos controles e fiscalizações inerentes ao Estado de Direito e à República, com seus sistemas de freios e contrapesos”.

Os procuradores de Curitiba reagiram através das redes sociais. “Os procuradores que trabalham na Lava Jato têm os mesmos direitos, deveres e proteções dos demais membros do MP para assegurar um trabalho independente”, disse Deltan Dallagnol, coordenador da Lava Jato em Curitiba. “Lamento pelos fatos divulgados no fim da semana, que reportamos para a Corregedoria. O assunto agora deve ser analisado pelas instâncias competentes”, completou.

Nesta semana, a PGR afirmou que o modelo de forças-tarefas está esgotado, é desagregador e incompatível com a instituição. A manifestação foi assinada pelo vice-procurador-geral Humberto Jacques, na terça-feira (30), ao rejeitar a prorrogação do empréstimo de dois procuradores com dedicação exclusiva para trabalhar na força-tarefa da Greenfield.

A operação investiga desvios de recursos de fundos de pensão e já ressarciu mais R$ 11 milhões aos cofres públicos. A força-tarefa já teve cinco procuradores dedicados exclusivamente às investigações, mas agora conta apenas com o titular do caso, Anselmo Lopes, e com o apoio de outros procuradores, que acumulam funções.

Em São Paulo, três procuradores da força-tarefa da Lava Jato também perderam a dedicação exclusiva à operação. O mesmo ocorreu com um procurador da força-tarefa do Paraná.

37 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 37 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • M

    Marcus Pinheiro Machado

    ± 0 minutos

    não é possivel! só defende esse governo quem tem uma "boquinha" e está com receio de perder

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    Freitas

    ± 5 horas

    Reportagem do jornal O Globo de 2019 mostrou que o clã Bolsonaro —Jair e seus três filhos políticos, Flávio, Carlos e o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP)— contratou, desde os anos 1990, 102 pessoas que têm algum parentesco entre si, em 32 núcleos familiares diferentes.Fruto da mesma apuração, a revista Época relatou naquele mesmo mês que os salários de assessores da família Bolsonaro oscilavam de forma incomum e com frequência.A Câmara dos Deputados tem uma das mais generosas verbas do país para gasto dos parlamentares com assessores. Atualmente, cada um dos 513 deputados tem cota mensal de R$ 111,7 mil para contratação dos chamados secretários parlamentares.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • I

      IvoHM

      ± 3 horas

      Nossa, que horror. 102 pessoas em 30 anos? Impeachment já! Será que com todo esse esforço de reportagem investigativa, ao aguerridos jornalistas a Éporca seriam capazes de encontrar cabelo no ministro Alex Luthor Imoraes?

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    Freitas

    ± 5 horas

    BOLSONARO'S GABINETE >>> "Também chama a atenção o caso de Patrícia Cristina Faustino de Paula, que depois ingressou no gabinete do vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ). Patrícia foi registrada por Jair Bolsonaro em 2008 e sofreu 20 alterações de cargo. Entrou com um dos mais baixos contracheques, menos de R$ 1.000, atingiu R$ 8.040 em 2012, mas depois figurou na menor remuneração do gabinete (R$ 845), em setembro de 2013."

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • E

    elisangela alves laranjeira

    ± 5 horas

    Quem diria, Bolsonaro e Lula juntos contra a Lava Jato!!!!! Fico imaginando....o que sobrará desse capitão miliciano????

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • F

      Freitas

      ± 5 horas

      O patriarca das rachadinhas da família Bolsonaro sempre será contra os que são favoráveis ao combate à corrupção.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    Freitas

    ± 5 horas

    GABINETE DO DEP. FEDERAL JAIR BOLSONARO "Outro exemplo é o de Walderice Santos da Conceição, a Wal do Açaí. Recordista das movimentações, ela passou por 26 alterações de cargos no gabinete de Jair Bolsonaro nos anos em que esteve lotada —de 2003 a 2018." <"O modelo de gestão incluiu ainda exonerações de auxiliares que eram recontratados no mesmo dia, prática que acabou proibida pela Câmara dos Deputados sob o argumento de ser lesiva aos cofres públicos." De um dia para o outro, assessores chegavam a ter os salários dobrados, triplicados, quadruplicados, o que não impedia que pouco tempo depois tivessem as remunerações reduzidas a menos de metade."

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • F

      Freitas

      ± 5 horas

      "Filha do policial militar aposentado Fabrício Queiroz (pivô do escândalo das “rachadinhas” e atualmente preso no Rio), Nathália Queiroz também passou por oscilações salariais no gabinete de Jair Bolsonaro até ser demitida, em 15 de outubro de 2018, mesmo dia em que seu pai foi exonerado por Flávio. Ao mesmo tempo que era contratada na Câmara, ela atuava como personal trainer no Rio​."

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    Jota

    ± 5 horas

    O Procurador Geral está fazendo de tudo pra ficar com a vaga no STF.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • E

    elisangela alves laranjeira

    ± 5 horas

    O PGR tem a cara do Governo Federal, traíra com os honestos e cumpridores do dever cívico, leia-se Mandetta, Moro, promotores da Lava Jato, e cúmplice daqueles que usufruem do dinheiro público para lavagem de dinheiro e enriquecimento ilícito, leia-se Flávio Bols., Queiroz, Centrão. Jair Messias Bolsonaro, também não conhecido mundialmente por BOLSONERO, GENOCIDA, AUTORITÁRIO. Vergonha nacional. # democraciaelavajato.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • F

      Freitas

      ± 5 horas

      E o Bebiano? "Morreu de desgosto" (como dizem os antigos: de desgosto)

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    Freitas

    ± 5 horas

    Se Jair Bolsonaro e seus filhos declararem APOIO INCONDICIONAL À PEC DA PRISÃO APÓS SENTENÇA EM SEGUNDA INSTÂNCIA que não perdoe crimes passados VOTO EM JB e ainda faço questão de doar o valor correspondente ao meu salário bruto de um mês para instituição de caridade. Não importa de que "time" seja o criminoso.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    Freitas

    ± 6 horas

    "Gabinete de Jair Bolsonaro na Câmara manteve vaivém suspeito de salários e verbas - Documentos mostram sucessivas trocas de cargos de assessores e exonerações de fachada, prática que acabou banida pela Casa - O modelo de gestão incluiu ainda exonerações de auxiliares que eram recontratados no mesmo dia, prática que acabou proibida pela Câmara dos Deputados sob o argumento de ser lesiva aos cofres públicos." De um dia para o outro, assessores chegavam a ter os salários dobrados, triplicados, quadruplicados, o que não impedia que pouco tempo depois tivessem as remunerações reduzidas a menos de metade."

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • I

    IvoHM

    ± 6 horas

    Na campanha presidencial, Bolsonaro foi cumprimentar o Moro Iscariotes num aeroporto e foi esnobado. Após a eleição, Iscariotes correu atrás de Bolsonaro e entrou para o governo com o prestígio da LJ. Como ministro, desestabilizava o governo vazando notícias a O Antagonista. Neste meio tempo, a LJ estagnou em SP e RJ, quando chegou perto do PSDB. Cobrado pelo PR, Iscariotes fez aquele show já conhecido, devidamente vazado de véspera à mídia. Caída a máscara, SP começa a andar e alguns suspeitos da Força Tarefa tentam se safar utilizando o velho truque do "ataque à LJ". O PC chinês utiliza este mesmo artifício- ataque ao Povo Chinês - quando é criticado. Tem método aí.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    2 Respostas
    • J

      Jota

      ± 5 horas

      Que conversa fiada.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • F

      Freitas

      ± 6 horas

      "Gabinete de Jair Bolsonaro na Câmara manteve vaivém suspeito de salários e verbas - Documentos mostram sucessivas trocas de cargos de assessores e exonerações de fachada, prática que acabou banida pela Casa - O modelo de gestão incluiu ainda exonerações de auxiliares que eram recontratados no mesmo dia, prática que acabou proibida pela Câmara dos Deputados sob o argumento de ser lesiva aos cofres públicos." De um dia para o outro, assessores chegavam a ter os salários dobrados, triplicados, quadruplicados, o que não impedia que pouco tempo depois tivessem as remunerações reduzidas a menos de metade." <

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    ABFeitoza

    ± 7 horas

    E assim Bolsonaro vai demonstrando o canalha que é, devolvendo o Brasil aos trilhos da corrupção, justamente o oposto do que vendeu para se eleger. E as instituições democráticas apoiando ou calando-se. O Sindicato da Corrupção não é fraco.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • N

    Nelson Vidal Gomes

    ± 13 horas

    Ocorre com as forças tarefas o mesmo que com Moro."Arvores que dão bons frutos são apedrejadas para que estes caiam e sejam consumidos!"Que Deus nos ilumine a todos e um abraço fraterno em agnósticos ateus!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    MARCOS

    ± 18 horas

    com toda certeza ! o Deputado fake eleito presidente vai fazer de tudo para acabar com a operação , para não correr o risco de seus filhos bandidos serem presos e mais tarde as investigações chegarem no papai !

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • I

    Intruso

    ± 19 horas

    Na minha opinião é q os protagonistas do enredo se viciaram de microfones e telas midiáticas de forma q o trab se mostrou como espécie de jornalismo investigativo..

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    FERNANDO BITTENCOURT VARGAS

    ± 20 horas

    O que está em jogo é a campanha Moro22. Só não vê quem não quer. Este é o primeiro movimento do tabuleiro, a LJ de Curitiba se desvincular da PGR de Aras, ligado ao presidente. A lava jato é, e sempre foi, um projeto de poder.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • H

      helio

      ± 18 horas

      Projeto de poder que encarcerou dezenas de corruptos, a maioria deles oriundos do projeto de poder do PT. Vida longa ao projeto de poder da LJ.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    MARCOS

    ± 20 horas

    esse governo do deputado fake eleito presidente usou a lava jato para se eleger , agora eleito quer acabar com ela para livrar os seus filhos bandidos da prisão e seus parceiros de governos, elegemos um deputado presidente , e como todo deputado já está mostrando a sua verdadeira cara , politico corrupto que defende seus aliados corruptos 1

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • F

      Freitas

      ± 5 horas

      “Gabinete de Jair Bolsonaro na Câmara manteve vaivém suspeito de salários e verbas-Documentos mostram sucessivas trocas de cargos de assessores e exonerações de fachada, prática que acabou banida pela Casa - O modelo de gestão incluiu ainda exonerações de auxiliares que eram recontratados no mesmo dia, prática que acabou proibida pela Câmara dos Deputados sob o argumento de ser lesiva aos cofres públicos." De um dia para o outro, assessores chegavam a ter os salários dobrados, triplicados, quadruplicados, o que não impedia que pouco tempo depois tivessem as remunerações reduzidas a menos de metade.”

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    Roberto Correia

    ± 21 horas

    Como é curta a memória das pessoas. Heróis de ontem, vilões hoje. Se os procuradores da Lava-Jato usaram de meios pouco ortodoxos para alcançarem seus objetivos, a motivação foi nobre. Esses Brancaleones investiram contra cartéis poderosos que compravam e compram os 3 poderes da República, moldando as leis, os regulamentos e os projetos de governo de acordo com seus interesses. Se agissem de acordo com os protocolos pretendidos pelo sr. Arias, não passariam do nível do judiciário paranaense onde o ladrão põe o juiz na cadeia e aínda é indenizado. Tenham vergonha na cara, ao invés de saírem discutindo esquerdas, direitas, etc., saiam na rua em defesa daqueles tentaram fazer justiça.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • H

      helio

      ± 17 horas

      Concordo. É desanimador perceber a total inversão de valores por parte de uma parcela da população em relação à PF, MPF e JF, notadamente na Lava Jato. São muitos os corruptos de estimação.A saída de Moro da JF enfraqueceu a LJ. Para quem gosta de teoria da conspiração, Bolsonaro fez o serviço.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    marco Aurelio Bittencourt

    ± 23 horas

    Pessima manchete. A imprensa atuando de forma criminosa: julgando segundo seus interesses. A esquerdopatia é uma doença que infelizmente afeta esse jornal.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • S

    sandra regina

    ± 23 horas

    Boa! Acaba com o LAVAJATISMO Aras

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    ABD58

    ± 24 horas

    Acharam os dois dos três aparelhos Guardião de interceptação telefônica que a Lava Jato de Curitiba tinha, estranho esse sumiço de aparelhos tão caros que estavam com os procuradores, não?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    Joviana Cavaliere Lorentz

    ± 24 horas

    O abandono do estudo do direito civil é dramático quando se observa as carreiras públicas da área jurídica. Princípios básicos inafastáveis são deixados de lado com um peteleco por esses elefantes em loja de cristais. Exemplos não faltam, desde a força tarefa que recuperou dinheiro obtido a margem da lei e tentou usá-lo para construir um roubo na forma da Lei colocando-o em uma fundação coberta de palavras bonitas para ocultar o desvio de verba pública para fins privados. Temo a ausência de estudo de direito civil pois essa falha na instrução gera seres que não entendem que no setor público não se pode tudo.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • F

      Freitas

      ± 5 horas

      Joviana, os dólares que vieram para a Lava Jato foram UMA DOAÇÃO DA JUSTIÇA AMERICANA À LAVA JATO. Se houve desvio de verbo foi verba dos EUA. Onde houve desvio de verba aqui no Brasil?

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    Celito Medeiros

    ± 24 horas

    Alguém disse que ouviu que disse e fica a matéria neste talvez disse, talvez não disse... Quem disse e o que disse? Quem vazou o que teria sido dito? Ora, ora... A exata manifestação dos procuradores pode não ter relação direta com a subprocuradora e sua 'visita' a Lava Jato. Teve? O que exatamente?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    Lex Aleksandre

    ± 24 horas

    Depois que esse Governo se aliou ao Centrão o próximo passo é desmontar a Lava Jato.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Marcus Pinheiro Machado

    ± 1 dias

    jaguaradas de invejosos e corruptos

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]