Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.
O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.| Foto: Reprodução

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, ressaltou neste sábado (28) que o Brasil vai ser guiado pela ciência para atacar a pandemia do novo coronavírus. Segundo o ministério, já são 3,9 mil casos de covid-19 confirmados em todo o país e 114 mortes. Mandetta voltou a defender a eficácia das medidas de isolamento social adotadas nos estados.

Mandetta ressaltou que o isolamento diminui o número de acidentes nas estradas e isso libera leitos de UTI. “Precisamos ter racionalidade e não nos mover pelo impulso”, disse o ministro. “Vamos nos mover pela ciência e pela parte técnica, com planejamento”, completou.

O ministro também afirmou que a pandemia de coronavírus não pode ser comparada com o a gripe H1N1. “Esta epidemia é totalmente diferente da H1N1”, disse. “Quem raciocinar pensando nesta [epidemia, da gripe H1NI], vai errar feio. Essa [do coronavírus] causou não uma letalidade para o indivíduo, não é esse nosso problema. A conta é: esse vírus ataca o sistema de saúde e ataca o sistema da sociedade como um todo. Ele ataca a logística, a educação, a economia, ataca uma série de estruturas no mundo”, disse.

1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]