i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Ousadia

Hacker invade celular do ministro Sergio Moro

  • PorGazeta do Povo, com Estadão Conteúdo
  • 05/06/2019 18:10
Sergio Moro, ministro da Justiça e ex-juiz da Lava Jato. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Moro mandou a Polícia Federal investigar o caso. Ministro carregava esse número desde os tempos de Lava Jato, em Curitiba.| Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O celular pessoal do ministro da Justiça, Sergio Moro, foi invadido por um hacker, nesta terça-feira (4), segundo apurou o portal O Antagonista. O ex-juiz decidiu cancelar a linha diante do risco de ter havido uma clonagem e mandou a Polícia Federal investigar a origem e a autoria do ataque.

A assessoria do Ministério da Justiça e Segurança Pública confirmou o caso. O número (41) 99944-4140 era usado por Moro desde quando ainda era o juiz da Lava Jato, em Curitiba.

O jornal Folha de São Paulo informa que o hacker ficou por cerca de seis horas usando aplicativos de mensagens de Moro, como o Telegram. Tudo teria começado quando o ministro recebeu uma ligação no celular do seu próprio número. Ele estranhou, mas atendeu a chamada. Do outro lado da linha ninguém falou nada.

Em seguida, foi informado de mensagens que estariam partindo da sua conta no aplicativo de mensagens. O hacker teria usado o Telegram do ministro até o início da madrugada esta quarta-feira (5).

Leia a nota do Ministério da Justiça

"Informamos que ontem houve tentativa de invasão do telefone celular do Ministro da Justiça e Segurança Pública, linha 41 99944-4140. Diante da possibilidade de clonagem do número, a referida linha foi abandonada. Investigação para apuração dos fatos já está em andamento."

1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 1 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • B

    Brazilian

    ± 0 minutos

    zzzzzzzzzzzzzzz

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso