Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • E

    ESTHER DE ALMEIDA ALBUQUERQUE

    ± 0 minutos

    Estes que comentaram devem ser todos empresários.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • E

    Emerson

    ± 2 dias

    Ué, e tá errado? a empresa tem culpa do que acontece com o funcionário? Ta muito é certo. O pessoal hoje em dia parece que não chega a vida adulta nunca. Crianças eternas.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • H

    Hugo

    ± 2 dias

    Na legislação previdenciária, o artigo 21, inciso IV, “d”, da Lei 8.213/1991 (Lei de Benefícios da Previdência Social) prevê que os acidentes ocorridos no percurso da residência para o local de trabalho ou deste para aquela, qualquer que seja o meio de locomoção, inclusive veículo de propriedade do segurado, serão considerados acidentes do trabalho por equiparação. Ou seja, todo trabalhador e empresa continuarão pagando a contribuição previdenciária, mas havendo acidente, não haverá mais a garantia que hoje o INSS concede.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • H

      Hugo

      ± 2 dias

      "O título da reportagem está equivocado. Não é responsabilidade da empresa, mas sim, responsabilidade previdenciária: eventual acidente em deslocamento ao trabalho gera direito a auxilio-doença acidentário pago pelo INSS, em CONTRAPRESTAÇÃO à contribuição previdenciária que o trabalhador paga todo mês."

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    Lucas

    ± 2 dias

    Responsabilizar o empresário de um evento que ele não tem controle sempre me pareceu um absurdo, como que ele vai controlar a qualidade do transporte público, ou como o empregado conduz veículo no deslocamento até a empresa? Mas sempre que se fala em retirar direitos trabalhistas vai haver barulho. O entendimento da Justiça do Trabalho é que o empregado a partir do momento que sai de casa pra ir trabalharjá está a disposição do patrão, então qualquer infortúnio que ocorra é de responsabilidade deste, mas volto a afirmar, como ele poderia controlar isso? Com esse trânsito caótico que vivemos?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • M

      Marcelo

      ± 2 dias

      Viu, só pra te lembrar: muitas empresas oferecem transporte fretado hoje para seus funcionários. E detalhe: em um comentário ali em cima um colega é bem lúcido quando diz que o INSS quer tirar o dele da reta. O governo quer arrecadar mas se isentar de prestar auxílio.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    Ricardo Fanti

    ± 2 dias

    Muito bem. Isso é um absurdo e só penaliza a empresa. Falam em querer acabar com desemprego, então ajudem as empresas tirando o que trava o seu progresso. São as empresas que devem empregar, e não o governo. Assim, facilitem ao máximo e dentro da lei, a vida das empresas. O Brasil agradecerá.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • U

    Umberto Jorge de Oliveira

    ± 3 dias

    Ainda bem... tem que acabar também com esse dinossauro chamado (in)Justiça do Trabalho. Só no Brasil...

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    3 Respostas
    • M

      Marcelo

      ± 2 dias

      Hugo: sim. Vc está correto. Essa aí é mais uma forma do governo lavar as mãos e deixar que o povo se vire. Em caso de acidentes de trajeto de maneira alguma a empresa tem prejuízos, exceto o afastamento do trabalhador. Essa conta vai no bolso do INSS. Eles querem somente arrecadar e não prestar auxílio.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • H

      Hugo

      ± 2 dias

      O título da reportagem está equivocado. Não é responsabilidade da empresa, mas sim, responsabilidade previdenciária: eventual acidente em deslocamento ao trabalho gera direito a auxilio-doença acidentário pago pelo INSS, em CONTRAPRESTAÇÃO à contribuição previdenciária que o trabalhador paga todo mês.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • M

      Marcelo

      ± 2 dias

      Garanto que se vc fosse "peão" vc pensaria diferente...

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

Fim dos comentários.