Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Voluntários que participaram da primeira etapa do estudo, e que receberam as duas doses da Coronavac, podem fazer parte da segunda
Voluntários que participaram da primeira etapa do estudo, e que receberam as duas doses da Coronavac, podem fazer parte da segunda.| Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Uma nova etapa do estudo que avalia a vacina Coronavac, do laboratório chinês Sinovac/Instituto Butantan, foi iniciada neste sábado (24) em Serrana (SP). Chamado de Projeto S, o estudo já avaliou o impacto do imunizante no controle da pandemia da Covid-19 e na transmissão do vírus na cidade e, agora, será observada a imunidade de longo prazo. As informações são da Agência Brasil.

A pesquisa terá duração de um ano e podem participar os moradores que tenham tomado as duas doses da vacina durante a primeira etapa do projeto. Quem tiver interesse deve buscar uma das escolas onde foi feita a vacinação e coletar uma amostra de sangue.

De acordo com informações do governo de São Paulo, o objetivo desta nova etapa será estimar e comparar a imunização de adultos e idosos em Serrana, analisando o período de duração da imunidade produzida pelos voluntários, além da resposta imune celular. "Um dos pontos que a pesquisa vai levar em consideração é o processo de envelhecimento do sistema imunológico, que pode interferir na forma como o organismo combate o Sars-CoV-2 à medida que o tempo passa", destaca o comunicado do governo estadual.

As coletas serão feitas neste domingo (25), no próximo sábado (31) e domingo (1º), entre 8h e 16h30. Os testes para avaliar a imunidade dos voluntários serão realizados no Laboratório Estratégico de Diagnóstico do Instituto Butantan.

A continuidade do estudo teve a aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa em Seres Humanos do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, instituição que também acompanhará o andamento do projeto.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]