Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

- Tribunal Superior Eleitoral (TSE) convidou entidades de observação internacional para acompanhar o processo eleitoral do Brasil deste ano. 

*) Não se trata daquele convite para que representantes da União Europeia (UE) acompanhassem as eleições. Esse acabou sendo retirado, após críticas até do Itamaraty.

Estão confirmadas as presenças de representantes das missões de observação eleitoral da Organização dos Estados Americanos (OEA), do Parlamento do Mercosul (Parlasul) e da Rede Eleitoral da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

É bom lembrar que isso não é exatamente uma novidade. A OEA, por exemplo, já havia enviado observadores para as eleições realizadas no Brasil nos anos de 2018 e em 2020.

Qual é o papel dessas missões internacionais e por que o convite aos representantes da União Europeia gerou tanta polêmica. Este episódio do podcast 15 Minutos fala sobre estes temas. O convidado é o Wesley Oliveira, repórter da editoria de República, da Gazeta do Povo, que assina reportagem sobre o tema.

***
O podcast 15 minutos é um espaço para discussão de assuntos importantes, sempre com análise e a participação da equipe de jornalistas da Gazeta do Povo. De segunda a sexta, de forma leve e dinâmica, com a duração que cabe na correria do seu dia. Apresentação é do jornalista Márcio Miranda.

***
Ficha técnica: ‘15 minutos’, podcast de notícias da Gazeta do Povo #Apresentação e roteiro: Márcio Miranda; direção de conteúdo: Rodrigo Fernandes; equipe de produção: Maria Eduarda Scroccaro montagem: Leonardo Bechtloff; estratégia de distribuição: Marcus Ayres.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]