i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Promulgação

A reforma dos sonhos e a possível: entenda como a Previdência desidratou a cada etapa

  • PorFernanda Trisotto
  • 11/11/2019 20:29
Reforma da Previdência do ministro Paulo Guedes sofreu várias alterações no Congresso.
Reforma da Previdência do ministro Paulo Guedes sofreu várias alterações no Congresso.| Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil/Agencia Brasil/EBC

A reforma da Previdência dos sonhos do ministro da Economia, Paulo Guedes, economizaria R$ 1,2 trilhão em dez anos. Proposta dura, previa idade mínima, mudanças em pontos sensíveis como a aposentadoria rural e o BPC, além da criação de um sistema de capitalização, semelhante ao do Chile.

Mas o potencial de economia com as mudanças na Previdência foi encolhendo a cada passo que o projeto deu ao longo da tramitação no Congresso Nacional, numa desidratação já esperada e que faz parte do processo legislativo. A reforma possível, aprovada pelos parlamentares, será promulgada nesta terça-feira (12), em sessão solene.

A tramitação da proposta não foi fácil: o governo sofreu para fazer a articulação política do projeto, que tinha como fiador o próprio presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Ao longo do processo, Guedes não poupou críticas às mudanças que eram incorporadas ao texto e chegou a até mesmo ameaçar deixar o país caso o texto fosse muito modificado.

Não adiantou de nada: com as mudanças incorporadas na Câmara e Senado, o potencial de economia da reforma caiu para R$ 800 bilhões nas contas do governo. Mas esse número pode ser ainda menor se forem considerados os cálculos da Instituição Fiscal Independente (IFI), órgão vinculado ao Senado, que estima esse potencial em R$ 630 bilhões.

Veja abaixo como o impacto fiscal da reforma foi diminuindo ao longo de sua tramitação – etapa a etapa, do texto proposto pela equipe econômica do presidente Jair Bolsonaro (PSL) até a versão aprovada no Senado Federal.

11 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 11 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • R

    Rodrigo

    ± 0 minutos

    Obviamente havia gordura no pleito, Guedes e sua equipe sabia que alguma coisa seria queimada e contava com isto, o resultado foi maior do que o esperado pela equipe. Ademais não vivemos numa ditadura, então a sociedade representada por seus de****dos e senadores tem todo direito de intervir.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • R

      Roberto Garcia

      ± 1 dias

      Teve de****do - Paulinho da Força - dizendo que tinha que desidratar a reforma para prejudicar o governo para ele não se reeleger. Quer dizer: prejudicar, para o país ir mal para não beneficiar o serviço do administrador de plantão. Se isso não é o cúmulo da senvergonhice e da safadeza não sei o que é. E o povo prejudicado pagando o salário desses seres abjetos.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • R

        RMSL

        ± 1 dias

        É a maior reforma na previdência da história do Brasil. Faz 30 anos que diversos presidentes tentaram e não conseguiram. Portanto é uma ótima reforma que combinada com a Tributária, Administrativa e outras fará o país voltar a crescer muito.

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • J

          Joao grandao

          ± 1 dias

          Esta reforma simplesmente é inócua nos próximos 15 anos, pois não minimizou o impacto do estoque de altos benefícios que se mantém no mesmo patamar e somente serão extintos com a morte dos titulares. Não atinge militares, muito pelo contrário se revelou uma contra-reforma. atinge de forma incerta e dúbia o funcionalismo publico federal, estadual e municipal, , se é que a PEC parelela vai caminhar. No fim sobre os trabalhotarios do regime geral que terão que trabalhar sob uma carteira verde-amerela, totalmente desamparados. Isso que se chama se ferrar de verde-amerelo...

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          1 Respostas
          • R

            RMSL

            ± 1 dias

            CORREÇÃO... Não tem como o governo mexer nas aposentadorias de 30, 40, 50 mil por mês pois existe o tal Direito Adquirido. Só quando morrerem mesmo. O único jeito seria fazer uma nova Constituição Federal acabando com este tal direito adquirido... mas pra isto acontecer vai uns 20 anos ainda.

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

        • M

          Marcos eisenschlag

          ± 1 dias

          O grafico e' autoexplicativo: o maior ganho se deu nas aposentadorias por idade. Ou seja, os que nao contribuiram o tempo minimo. Nada mais justo.

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          1 Respostas
          • J

            J. Campos

            ± 24 horas

            A maior "desidratação" foi na aposentadoria por idade. A economia deveria ser de 194,4 bi e será de apenas 110 bi (segundo o Ministério).

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

        • C

          Cidadão Brasileiro

          ± 1 dias

          A forma de narrar não levou em conta que um hábil negociador como Guedes colocaria, obviamente, uma gordura de saída no projeto.

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • E

            Elias Quadros

            ± 1 dias

            Ferrou com pobres e classe média e manteve os privilegiados de sempre (militares de altas patentes, políticos, judiciário, MP, PF ...)

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            • M

              marcoagodoy@terra.com.br

              ± 1 dias

              Vejam bem. Governar na democracia é muito complicado . Quando vc não tem maioria é mais difícil ainda. Quando vc não tem maioria e se nega a entrar no toma lá , da cá ..então complica. Por isto parabéns ao governo Bolsonaro que conseguiu uma previdência que durante 20 anos os outros tentaram oferecendo todo tipo de coisa e não conseguiram. Vitória do Brasil

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              1 Respostas
              • J

                J. Campos

                ± 24 horas

                "...se nega a entrar no toma lá, dá cá..." De quem você está falando?

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

            Fim dos comentários.