Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Reunião do presidente Jair Bolsonaro com ministros em 22 de abril de 2020. Segundo o ex-ministro Sergio Moro, vídeo do encontro teria provas de que presidente tentou interferir na Polícia Federal.
Reunião do presidente Jair Bolsonaro com ministros em 22 de abril de 2020. Segundo o ex-ministro Sergio Moro, vídeo do encontro teria provas de que presidente tentou interferir na Polícia Federal.| Foto: Marcos Correa/PR

Na reunião ministerial do dia 22 de abril, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) cobrou os ministros a se exporem politicamente para defender o governo. “Acordem para a política e se exponham, afinal de contas o governo é um só. E se eu cair, cai todo mundo”, disse Bolsonaro. “O campo fértil pra aparecer um ... uns porcaria aí, né? Levantando a ... aquela bandeira de ...do povo ao meu lado, não custa nada.O terreno fértil é esse, o desemprego, caos, miséria, desordem social e outras coisas mais. Então essa é a preocupação, todos devem ter, né? Não é ‘tá bom?’, o ministério fatura, ‘deu merda?’ no colo do presidente. Não pode ser assim”, afirmou o presidente.

Em seguida, o presidente cobra abertamente uma posição do ex-ministro da Justiça, Sergio Moro. “E vou continuar indo em qualquer lugar do Brasil e ponto final, é problema meu. Tá certo? Se eu não tiver esse direito de ir e vir. Prefeitinho lá do fim do mundo, um jaguapoca dum prefeito manda prender. Tem que a Justiça se posicionar. .. se posicionar sobre isso, porra! Tem que se posicionar sobre isso, abertamente! Não admitimos prisão por parte de prefeitos, e o decreto”, disse o presidente.

2 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]