Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
“Meu salário está todo em Cuba”. É ou não é trabalho escravo?
| Foto:

A máscara não dura nem poucos dias. A importação de “médicos” cubanos é uma grande forma de enviar recursos do pagador de impostos brasileiro para a ditadura cubana dos irmãos Castro, e de tabela vender populismo de que está ajudando os pobres (há outras formas bem melhores de ajudá-los com os mesmos recursos).

O governo tentou se defender das acusações, mas não conseguiu. Eis que uma das “médicas” cubanas disse, com todos os pingos nos “is”, que seu salário está em Cuba, na íntegra. Ela é trabalhadora escrava da ditadura cubana, simples assim. E tem muito brasileiro que parece não ligar para isso. Vejam:

httpv://www.youtube.com/watch?v=LFXB-LZTz3c

Notem que o rapaz de camisa amarela logo interrompeu a entrevista. Esses “médicos” cubanos não podem ficar livres por aí, para falar certas verdades, ou para terem suas habilidades medicinais testadas em público. É o PT importando um pedaço de Cuba para o Brasil. Junto aos “médicos”, veio também a censura e o autoritarismo…

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]