Blog / 

Rodrigo Constantino

Um blog de um liberal sem medo de polêmica ou da patrulha da esquerda “politicamente correta”.

Artigos

Será mesmo que os brasileiros são contra a privatização?

Por Adolfo Sachsida, publicado pelo Instituto Liberal

Uma pesquisa recente do Datafolha ressalta que sete entre cada dez brasileiros são contra a privatização de empresas estatais.

Será mesmo? Vejamos, que tal o Datafolha fazer as seguintes perguntas:

1) Você é a favor do governo ser dono de uma fábrica de camisinhas?

2) Você concorda que dinheiro de impostos sejam usados para subsidiar empresas estatais que dão prejuízo?

3) Você concorda que o Estado deva reduzir seu gasto em saúde e educação públicas para pagar a conta de estatais que dão prejuízo?

4) Você concorda que o Estado deva manter o controle das empresas estatais que foram usadas para corromper o sistema político e resultaram no maior escândalo de corrupção de nossa história?

A doutrinação esquerdista nas escolas e universidades, aliadas a grande penetração de ideias socialistas em sindicatos, jornais, revistas, e partidos politicos, difamaram e deturparam para a população a ideia de privatização.

Perguntas genéricas do tipo da elaborada pelo Datafolha apenas capturam esse viés incutido na população em geral. Aposto com quem quiser que a esmagadora maioria dos brasileiros responderia NÃO as perguntas formuladas acima.

O mesmo vale para perguntas referentes a privatização da Petrobras. Anos de propaganda do “petróleo é nosso” geraram um forte viés em defesa da Petrobras. Aqui caberiam as seguintes perguntas:

a) Você concorda em pagar mais caro pelo combustível, e pelo transporte coletivo, para que a Petrobras continue estatal?

b) Você concorda em transferir dinheiro público da saúde e da educação para que o governo continue dono da Petrobras?

c) Você acha justo o governo fazer indicações políticas para as empresas públicas ou o melhor é privatizá-las?

Enfim, as contas públicas estão completamente deterioradas. Privatizar empresas públicas é uma maneira de tentar sanar as finanças estatais. Além disso, apresenta várias outras vantagens tais como aumentar a competição no mercado, aumentar a eficiência e a produtividade da economia, dando ao consumidor acesso a produtos de melhor qualidade a preços mais acessíveis. Por fim, privatizar empresas é um potente remédio contra a corrupção que assola o Estado brasileiro.

Vale ressaltar que é possível privatizar empresas estatais sem demitir os funcionários que lá trabalham. Isso pode ser feito facilmente no ajuste do contrato de venda.

Para finalizar, não deixa de ser irônico notar que, tal como ressaltado pelo Datafolha, entre os maiores entusiastas da privatização estejam os eleitores do Deputado Jair Bolsonaro. Isso mostra que muito dos apoiadores do deputado têm sim um forte compromisso com a economia de mercado.

PUBLICIDADE

Sobre / 

Rodrigo Constantino

Economista pela PUC com MBA de Finanças pelo IBMEC, trabalhou por vários anos no mercado financeiro. É autor de vários livros, entre eles o best-seller “Esquerda Caviar” e a coletânea “Contra a maré vermelha”. Contribuiu para veículos como Veja.com, jornal O Globo e Gazeta do Povo. Preside o Conselho Deliberativo do Instituto Liberal.

Saiba Mais

Arquivos

informe seu email e receba nosso conteúdo gratuito