i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Cidadão atento

Bebedouro

  • 16/03/2014 21:04

Há bastante tempo observo a falta de um item simples, mas bastante importante na estrutura do Parque Barigui. Inexiste ponto de água ou bebedouro nas imediações da casa amarela, onde temos estacionamento, equipamentos para alongamento e também a academia ao ar livre, sendo, portanto, um local apropriado para início e finalização de atividade esportiva.

Angelo Prodossimo

Resposta

Os bebedouros públicos existentes no parque estão junto aos banheiros públicos da Avenida Cândido Hartmann e BR-277, em locais onde há permanente presença de funcionários do parque, pois os que existiam em outros locais foram vandalizados, esclarece a prefeitura. Como opções para os usuários da academia ao ar livre, há nas proximidades o bistrô e um ponto de venda de caldo de cana.

Comentário do leitor

Compreendo que o vandalismo possa ser um inibidor para a solução dessa questão, mas essa não deveria ser a explicação para a inexistência de bebedouro, até mesmo na sua forma mais simples, como uma torneira reforçada. Vale a pena lembrar também que a presença dos funcionários da prefeitura nos pontos existentes só ocorre até as 19 horas, não atendendo, portanto, o horário em que o possível vandalismo estaria facilitado.

Travessia

Gostaria de saber quando será instalado um semáforo ou faixa de pedestre na esquina da Avenida Marechal Humberto de Alencar Castelo Branco com a Rua Governador Agamenon Magalhães. Trabalho na região há três anos e, desde que iniciaram as obras, o semáforo foi tirado e está muito perigoso para atravessar a rua. Os carros não param e levamos de cinco a dez minutos para passar. Tudo bem que a cidade está toda esburacada, mas os pedestres precisam de um mínimo de segurança.

Kelly Cristina Kladoski

Resposta

A prefeitura responde que foram implantados canteiros centrais para favorecer o refúgio dos pedestres e possibilitar a travessia em dois momentos. Também foi implantada uma lombada física nas proximidades para controlar a velocidade local. Estão em estudos mudanças de sentido em ruas próximas às trincheiras e intervenções para melhorar a segurança dos pedestres.

Caminhões

Quase que diariamente caminhões cegonheiros estacionam na Avenida Vicente Machado e imediações da esquina com a Rua Altevir Basseti para descarga de veículos novos, destinados a uma concessionária localizada a 700 metros na citada avenida. Frequentemente, devido à altura da carga, ocorre o rompimento de cabos telefônicos e de energia elétrica, com os naturais transtornos aos moradores. Até quando vai perdurar essa situação? Há ainda risco de grave acidente, principalmente para quem acessa a Rua Altevir Bassetiou ou a usa para entrar na Avenida Vicente Machado por causa da reduzida visibilidade imposta pelos caminhões.

João Ângelo

Resposta

A Setran vai intensificar a fiscalização no local para verificar os problemas relatados pelo leitor e coibir irregularidades.

Grades de proteção

Depois de um acidente na Rua Luiz Leão (em frente do portão lateral do Colégio Estadual do Paraná, em frente da Casa do Estudante Universitário) em que um carro invadiu a calçada e destruiu a grade de proteção, a prefeitura não recolheu nem as grades soltas, colocando em risco os pedestres, e muito menos fez a substituição das grades velhas por novas.

Paulo Danilo Ribeiro Sedor

Resposta

A Setran retirou o material que estava solto na calçada e substituirá as grades danificadas.

Comentário do leitor

Realmente tiraram as grades danificadas, que colocavam em risco quem passava. Mas e quanto à reposição? Vai saber quanto tempo demorará para recolocarem.

* * * * *

Buraco na rua? Ônibus demorado? Saneamento ineficiente? Corte de energia? Se você tem comentário a fazer sobre os serviços públicos, entre em contato com a coluna. As mensagens selecionadas serão publicadas às segundas e quintas-feiras. CENTRAL DE ATENDIMENTO AO LEITOR Praça Carlos Gomes, 4 – CEP 80010-140 – Curitiba, PR – Telefone (41) 3321-5999 – Fax (41) 3321-5159 – leitor@gazetadopovo.com.br

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.