Em setembro do ano passado, formulei uma reclamação na Central 156 solicitando providências sobre uma erosão em uma galeria de águas pluviais localizada no meu terreno – o bueiro está literalmente dentro do meu imóvel. Solicitei também a relocação do bueiro, dados os problemas constantes. Depois de meses, consultei o site do 156 e consta que a solicitação já foi atendida, sendo que não houve qualquer solução do problema – pelo contrário, a situação piorou em razão das fortes chuvas. Tenho crianças pequenas e os buracos representam riscos à segurança. Não posso deixar as crianças utilizarem o quintal para brincar.

Marcelo dos Santos

Resposta: A prefeitura responde que não pode fazer intervenções nas tubulações de galerias de águas pluviais, de drenagem ou de fundos de vale em propriedades particulares. A Lei Municipal 11.095/2004 atribui ao proprietário do imóvel a manutenção, a conservação e a garantia de livre escoamento das águas nos limites da sua propriedade. A Lei Federal 2.942/1966 estabelece que nenhum benefício do poder público municipal pode ser estendido aos lotes e terrenos particulares.

Invasão de ônibus

Apanhei um ônibus na Estação Central com destino ao Santa Cândida. Até o Terminal do Cabral, nada menos que 19 colegiais furaram fila, isto é, entraram pela porta de saída sem pagar a tarifa. Seriam mais se um policial militar que estava no ônibus não tivesse ordenado a saída de furões na estação do Colégio Estadual. Que faz a Guarda Municipal que não toma providências? Toda vez que utilizo o transporte público vejo adolescentes entrando sem pagar, sempre pela mesma porta.

Carlos Zatti

Resposta: A Guarda Municipal de Curitiba mantém o Serviço de Proteção ao Transporte Coletivo, que atua em conjunto com a Urbs, para inibir a ocorrência de atos ilícitos na rede de transporte da cidade, incluindo casos de invasão de ônibus, explica a prefeitura. No entanto, não há como fiscalizar todos os veículos que têm paradas próximas às escolas. A população pode colaborar com a fiscalização acionando a Guarda Municipal pelo telefone 153, que atende 24 horas, para denúncias desta natureza.

Comentário do leitor: É certo que não há guardas para todos os ônibus, mas creio que para alguns tubos, próximos a colégios e em horários críticos, certamente poderia haver, ao menos em operações esporádicas para tentar flagrar os alunos até que se corrijam, ou reduzir tais irregularidades. Nunca vi nem a Guarda Municipal, nem a PM em operações com esse objetivo.

Poda de árvores

Faz mais de dois anos que solicito a poda de árvores na Rua 24 de Maio e Rua Acácio Correa. À noite, as árvores prejudicam a iluminação e a visibilidade é zero, causando risco de acidentes.

Bruno Castro Muller

Resposta: Foram feitas vistorias nos locais mencionados pelo leitor e a poda nas árvores já foi realizada, informa a prefeitura.

Sinalização

É necessária a adequação da sinalização horizontal na Avenida Cândido Hartmann, logo antes da ponte sobre o Rio Barigui. Além de as faixas estarem mal pintadas e misturadas com a sinalização antiga, os motoristas não respeitam a faixa da esquerda, que, em tese, deveria obrigá-los a entrar na Rua Dr. Aluizio França. Com isso, formam-se duas filas que são afuniladas ao chegar à ponte e o congestionamento é certo!

Claudio Sehnem

Resposta: A prefeitura responde que aguarda a conclusão do processo de licitação para iniciar novas obras de sinalização na cidade, incluindo as da Avenida Cândido Hartmann. O afunilamento é necessário devido à forte conversão à esquerda para acessar o estacionamento do parque. Cabe lembrar que a região é de parque, com fluxo alto de pedestres e ciclistas. O limite de velocidade é de 40 km/h e deve ser respeitado. Também deve ser observada a preferência para a travessia de pedestres e ciclistas.

* * * * *

Buraco na rua? Ônibus demorado? Saneamento ineficiente? Corte de energia? Se você tem comentário a fazer sobre os serviços públicos, entre em contato com a coluna. As mensagens selecionadas serão publicadas às segundas e quintas-feiras. CENTRAL DE ATENDIMENTO AO LEITOR Praça Carlos Gomes, 4 – CEP 80010-140 – Curitiba, PR – Telefone (41) 3321-5999 – Fax (41) 3321-5159 – leitor@gazetadopovo.com.br

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]