Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Voos para Santiago, saindo de Foz do Iguaçu, começam a operar dia 5 de janeiro de 2020, mas passagens já estão á venda.
Voos para Santiago, saindo de Foz do Iguaçu, começam a operar dia 5 de janeiro de 2020, mas passagens já estão á venda.| Foto: Bigstock

Desde que a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) autorizou a Jetsmart a operar entre o Brasil e Chile, a empresa está chamando a atenção pelos baixos preços oferecidos. São três trechos partindo do Brasil para a capital chilena. Os voos saem de Foz do Iguaçu, São Paulo e Salvador e não passam de R$ 300 o trecho (já com as taxas).

De Foz do Iguaçu, por exemplo, o trecho até Santiago sai por R$ 269. As operações no Paraná começam em janeiro de 2020, mas as passagens já estão sendo comercializadas. Em coletiva na Abav Expo, que aconteceu em São Paulo na semana passada, os porta-vozes da empresa explicaram como vão conseguir operar a um preço tão baixo, comparado a operações aéreas convencionais.

“Somos chamados de ultra low cost porque nos baseamos em pilares que fazem nossos preços realmente serem mais baixos”, disse Victor Mejia, diretor comercial da Jetsmart. Para ele o propósito da "ultra low cost" é oferecer tarifas muito reduzidas, permitindo que o cliente pague apenas pelo que vai usar.

Pagar pelo que usa

Portanto a tarifa muito baixa significa que o passageiro vai pagar somente pelo o que consumir. Se não for levar bagagem ou lanchar durante o voo, não vai pagar por isso. Mejia explicou que 100% da frota da Jetsmart que vai fazer essa operação Brasil-Chile são aviões novos, o que reduz também o valor de manutenção de aeronave e uso de combustível, fazendo com que as operações fiquem mais baratas para a companhia.

Cerro San Cristóbal , em Santiago: com a concorrência e preços baixos, a capital chilena deve receber mais turistas brasileiros. Foto: Bigstock
Cerro San Cristóbal , em Santiago: com a concorrência e preços baixos, a capital chilena deve receber mais turistas brasileiros. Foto: Bigstock| Bigsotck

Além disso, a empresa opera com tarifa única sem lojas físicas, apenas pela internet; “A operação é muito simples, por isso conseguimos praticar esse valor”, conclui Mejia. Ele lembra que aproximadamente 25% dos passageiros da companhia nunca viajaram de avião anteriormente. "Essa flexibilização permite uma maior diversidade de clientes a bordo e viabiliza o crescimento do número de passageiros que viajam pela primeira vez", reforçou.

Expansão

Os voos começaram a ser comercializados no último dia 24 de setembro. Custam R$ 299 de São Paulo para Santiago (com início em 20 de março de 2020) e de Salvador para Santiago, com primeiro voo partindo da capital baiana no dia 27 de dezembro deste ano. As operações entre Foz do Iguaçu e Santiago começam no dia 5 de janeiro de 2020 a R$ 269 o trecho, com taxas.

O Brasil é o quarto destino internacional da companhia sul-americana. Atualmente, a companhia opera 62 rotas e registra um crescimento de 55% com a chegada de seis aeronaves Airbus 320neo. Entre os planos de expansão para os próximos cinco anos estão o início das operações entre Argentina e Brasil e a chegada de 104 aviões de cinco novos modelos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]