• 25/01/2021 09:43
Interrupção da Gravidez

79% dos brasileiros são contrários à legalização do aborto, aponta pesquisa

  • 25/01/2021 09:43
    • Gazeta do Povo
    79% dos brasileiros são contrários ao aborto, aponta pesquisa
    Levantamento foi realizado entre 16 e 19 de janeiro de 2021. Entre as mulheres, apenas 19,2% afirmou ser favorável ao aborto| Foto: Pixabay

    Uma pesquisa realizada pelo Paraná Pesquisas, entre os dias 16 e 19 de janeiro de 2021, concluiu que 79% dos brasileiros são contrários à legalização do aborto. Participaram do levantamento 2.060 pessoas, com idade a partir de 16 anos, de 26 estados mais o Distrito Federal. Ao todo, moradores de 238 municípios brasileiros participaram da pesquisa, que possui grau de confiança de 95% para uma margem estimada de erro de 2%.

    Todos os participantes responderam à pergunta: “O(a) Sr(a) é a favor ou contra a legalização do aborto em qualquer situação?”. Além dos 79% que se posicionaram contra a interrupção de gravidez, 16,6% afirmaram serem favoráveis e 4,4% disseram não saber ou preferiram não opinar.

    Pessoas com mais de 60 anos foram o público que apresentou maior rejeição ao aborto (83,2%). Entretanto, a faixa etária mais jovem da pesquisa (entre 16 e 24 anos) também apresentou alta rejeição, com 75,4% das pessoas se posicionando de forma contrária à interrupção da gravidez.

    Entre os homens, apenas 13,7% se manifestaram favoráveis ao aborto e, entre as mulheres, 19,2%. Quanto aos níveis de escolaridade, 82,7% das pessoas que possuem somente o ensino fundamental se disseram contrárias ao aborto; o número tem uma pequena queda para 79,3% para participantes com ensino médio e uma queda um pouco mais acentuada, para 73,1%, no ensino superior.

    Não houve mudanças significativas entre as regiões do país – Centro-Oeste e Norte apresentaram os maiores índices de rejeição (79,7%), seguidos de Sul (79,2%), Nordeste (79,1%) e Sudeste (78,7%).

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.