• 25/01/2021 10:18
Pandemia

Relatório da Unesco aponta que escolas ficaram fechadas durante 2/3 do ano letivo de 2020

  • 25/01/2021 10:18
    • Gazeta do Povo
    Relatório da Unesco aponta que escolas ficaram fechadas durante 2/3 do ano letivo de 2020
    Relatório aponta que mais da metade da população estudantil mundial ainda enfrenta interrupções significativas em sua educação.| Foto: AFP

    Um relatório divulgado neste domingo (24) pela Unesco, agência vinculada à Organização das Nações Unidas (ONU), apontou que globalmente as escolas ficaram fechadas durante 2/3 do ano letivo de 2020 em decorrência da pandemia da Covid-19.

    A duração dos fechamentos varia muito por região – a média é de 20 semanas de fechamentos em todo o país na América Latina e no Caribe, por exemplo, 10 semanas na Europa e apenas um mês na Oceania. O Brasil está entre os países com o período mais prolongado de fechamento das escolas (40 semanas), ao lado de países como Argentina, Moçambique e Etiópia.

    O estudo mostra, ainda, que um ano após o início da pandemia da Covid-19, aproximadamente 800 milhões de alunos (mais da metade da população estudantil mundial) ainda enfrentam interrupções significativas em sua educação, que vão desde o fechamento de escolas em 31 países até redução do número de alunos ou programações em períodos reduzidos em outros 48 países. Atualmente as escolas estão totalmente abertas em 101 países.

    “O fechamento prolongado e repetido de instituições de ensino está causando um impacto psicossocial crescente nos alunos, aumentando as perdas de aprendizagem e o risco de abandono escolar, afetando desproporcionalmente os mais vulneráveis. O fechamento total das escolas deve, portanto, ser o último recurso e reabri-las com segurança deve ser uma prioridade”, destaca Audrey Azoulay, diretora geral da Unesco.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.