i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Balanço da PRF

Cai número de acidentes e mortes em rodovias federais do país no fim de ano

Foram registrados 6.651 acidentes nas rodovias federais brasileiras e 379 mortes. Em 2012, foram 7.407 acidentes e 420 mortes

  • PorAgência Brasil e Agência O Globo
  • 02/01/2014 08:34

Durante as festas de fim de ano foram registrados 6.651 acidentes nas rodovias federais brasileiras e 379 mortes, segundo balanço que divulgado nesta quarta-feira (2) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Em 2012, foram 7.407 acidentes e 420 mortes. Anteriormente, a PRF havia informado que 380 mortes tinham sido contabilizadas no fim de ano, mas o número foi corrigido.

Ainda de acordo com a PRF, esses acidentes resultaram em 4.352 pessoas feridas, ante os 4.642 registrados em 2012. Os números, referentes ao período entre os dias 20 de dezembro e 1º de janeiro, fazem parte da Operação Rodovida, que conta com a ajuda da União, estados e municípios.

O número de acidentes e de mortes nas rodovias federais diminuiu em termos absolutos e também proporcionais. O cálculo da Polícia Rodoviária Federal (PRF) é feito levando-se em conta a frota de veículos do país: para cada milhão de automóveis, foram registrados 81,4 acidentes durante as festas de final de ano. Em 2012, foram 97,13 acidentes por milhão de veículos.

"Isso representa uma queda de 16% no número de acidentes em relação à frota. É o mesmo índice registrado para a redução de mortes por milhão de veículos, que passou de 5,5 para 4,6", disse hoje (2) o chefe da Divisão de Planejamento Operacional da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e coordenador-geral de operações, inspetor Stênio Pires. "No caso de feridos, a queda foi 12%, passando de 61 para 53,3 mortes por milhão de veículos"..

Das 379 mortes, 83 ocorreram foram colisões frontais de veículos; 30 devido a saída de pista; 24 por atropelamentos; 17 por colisão transversal; e 14 em consequência de capotamentos. Foram registradas 2.493 infrações devido à falta de licenciamento de veículos registrados (7,35% do total); 1.921 por veículos conduzidos por pessoas sem carteira de habilitação ou permissão para dirigir (5,65%); 1.710 por falta de uso do cinto de segurança pelo condutor (5,04%); e 1.320 por falta de uso do cinto pelos passageiros. Segundo o inspetor, 996 multas foram aplicadas em motoristas que dirigiam alcoolizados, o que resultou em 461 prisões.

No Rio de Janeiro, também houve redução do número de acidentes. Foram 317 contra 399 em 2012. Neste fim de ano, os acidentes deixaram 9 mortos e 128 feridos. Em 2012, foram registrados 25 mortes e 153 feridos. Nas estradas federais de Minas, a PRF registrou 1.101 acidentes que provocaram 63 mortes e deixaram 798 feridos.

Com esta iniciativa, a PRF busca diminuir a violência no trânsito das rodovias federais, principalmente durante as comemorações de final de ano, férias escolares de janeiro e carnaval.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.