i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Reino Unido

Canabinoides não são eficientes para tratar dores causadas pelo câncer, diz pesquisa

  • PorGazeta do Povo
  • 07/02/2020 16:43
Canabinoides não são eficientes para tratar dores causadas pelo câncer, diz pesquisa
| Foto: Unsplash

Uma pesquisa realizada no Reino Unido com 1442 pacientes concluiu que os canabinoides, incluindo a cannabis, não são eficientes para evitar a dor causada pelo câncer. O foco principal da análise foi a dor crônica entre pacientes com câncer avançado. A conclusão foi publicada na BJM Supportive & Palliative Care em janeiro.

O estudo foi conduzido por Jason Boland, PhD e membro do Wolfson Palliative Care Research Center e do Hull York Medical School, e seus colegas. Os autores afirmam que os canabinoides não devem ser recomendados para o tratamento da dor relacionada ao câncer, uma vez que adicionados aos opióides, os canabinoides (em spray oral) não eram melhores que o placebo na redução da dor em pessoas com estágio avançado da doença.

O spray oromucoso com extratos 1:1 de tetra-hidrocanabidiol (TCH) e canabidiol (CBD) foi o produto avaliado nos estudos. Ambos são canabinoides da cannabis.

Os resultados da pesquisa mostraram que os canabinoides apresentam maior risco de eventos adversos quando comparados ao placebo, entre eles sonolência e tontura. Não foram relatadas mortes relacionadas ao tratamento, mas as taxas de abandono e mortalidade foram altas.

Saiba mais sobre o estudo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.