Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Cinquenta toneladas de escória de chumbo foram despejadas de forma irregular em um terreno da BR-376, próximo à Apucarana, no Norte do Paraná. A substância é um resíduo de ferro com concentrações menores de chumbo e outros elementos tóxicos e foi encontrada na última segunda-feira, após a Promotoria de Defesa do Meio Ambiente MP-PR receber uma denúncia e instaurar um inquérito civil público para apurar os responsáveis pelo despejo ilegal.

Segundo o secretário municipal de Meio Ambiente, Ewerton Pires, o produto encontrado é característico do resto de chumbo que sobra do processo de reciclagem de baterias automotivas. Frente a essa pista, Pires informa que a secretaria vai notificar três fábricas e recicladoras de baterias da cidade para apresentarem seus planos de gerenciamento de resíduos sólidos. "Por meio desses planos, a empresa deve declarar o quanto de resíduo gerou e para onde o material foi destinado", explica ele, que lembra que o descarte pode ter sido feito também por empresas de outras cidades.

O material tem efeito cumulativo na natureza e no ser humano, podendo causar doenças do sistema nervoso central e até câncer, mas sua coleta ainda não foi feita porque espera por um relatório que a prefeitura de Apucarana está fazendo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]