i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Suspeitas

Conselho Tutelar investiga caso de menina estuprada em escola de SP

Em depoimento, a garota disse ter sido abusada por pelo menos dez meninos na tarde da quinta-feira da semana passada, dia 30

  • PorFolhapress
  • 06/09/2012 13:49

O Conselho Tutelar de São Paulo investiga uma ocorrência de estupro a uma menina de 11 anos dentro de uma escola municipal na zona norte. Em depoimento, a garota disse ter sido abusada por pelo menos dez meninos na tarde da quinta-feira (30) da semana passada. Segundo a polícia, a ação não foi praticada por nenhum garoto com mais de 12 anos, por isso a investigação foi encaminhada ao Conselho Tutelar.

Os jovens gravaram o ato sexual e mostraram a filmagem a outros estudantes da classe da garota. As imagens foram apreendidas pela polícia. A menina disse que tinha saído da sala de aula para comprar um lanche durante o recreio, por volta das 15 horas. Ela se sentou em um banco no parquinho e não ouviu a sirene anunciar o fim do intervalo.

Alguns meninos, alguns de séries acima da dela, seguraram a garota por trás e apertaram a boca dela para que não gritasse, segundo a vítima. Eles falaram palavrões e a levaram para um local com muitas árvores. Ela foi obrigada a abaixar as calças e fazer sexo com os suspeitos.

Alguns dos garotos, segundo a menina, esconderam o rosto dela com camisetas para que ela não os reconhecesse. Um deles a ameaçou de morte, caso ela contasse a agressão a alguém. Ela não tem certeza de quantos garotos participaram da ação, mas estima que foram pelo menos dez.

A garota foi encaminhada ao Hospital Pérola Byington para fazer exames que comprovassem o estupro. A previsão é que o resultado do laudo seja divulgado em 30 dias. O caso foi registrado como estupro de vulnerável no 39º DP (Vila Gustavo).

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.